Fla tem sequência ingrata e jogos fora de casa com adversários diretos

Publicado em quinta-feira, setembro 12, 2013 ·

Mano Menezes tenta enxeregar um returno diferentepara o Fla (Foto: Gustavo Miranda / O Globo)
Mano Menezes tenta enxeregar um returno diferente
para o Fla (Foto: Gustavo Miranda / O Globo)

No início do Brasileiro, o planejamento do então técnico Jorginho era deixar o Flamengo até em oitavo na tabela do Campeonato Brasileiro antes da pausa do campeonato para a Copa das Confederações. Depois de apenas um ponto nas duas primeiras rodadas, o Rubro-Negro ficou em 16º ao perder para a Ponte Preta por 2 a 0. Pouco depois, derrota por 1 a 0 para o Náutico. Uma tabela a princípio tida como simples se tornou ingrata. Jorginho foi demitido antes mesmo da parada da competição.

Agora, com Mano Menezes, o Rubro-Negro começará a reviver a sequência na quinta-feira, diante do Santos, no Maracanã. Contra os adversários diretos na luta contra o rebaixamento – Náutico, Ponte Preta, São Paulo, Portuguesa e Atlético-MG – todas as partidas serão fora de casa.

– Precisamos emplacar três jogos. Se você ganha em casa do Santos, e depois a Ponte fora, outro em casa e vence, vai respirando. O Flamengo precisa nesse momento tentar encaixar essa sequência – receitou André Santos.

Antes mesmo do início do returno, Mano Menezes espera que o filme do início do Brasileirão não se repita agora:

– Precisamos largar neste returno diferente do que foi no turno. Grande parte das nossas dificuldades passam por esse mau início. Uma coisa é jogar com uma nação atrás de você e com a expectativa de recuperação. Temos que dar a resposta no início deste turno para que essa tranquilidade seja um componente para evolução.

No primeiro turno, o Flamengo marcou apenas dois pontos nas quatro primeiras rodadas, o que resultou na demissão de Jorginho. Desses jogos, duas derrotas aconteceram como mandante para Ponte Preta e Náutico, os dois últimos colocados.

A campanha no turno deixou exposta a fragilidade do Flamengo e acendeu o alerta na tabela: O Rubro-Negro teve sete empates, sete derrotas e cinco vitórias, com apenas 38,6% de aproveitamento, número maior apenas dos time que estão na zona de rebaixamento: Portuguesa (17º, com 33,3% de aproveitamento), São Paulo (18º, com 31,6%), Ponte Preta (19º, com 27,8% e Náutico (20º, com 16,7%).

 

 

Globoesporte.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627