Fim de semana violento: Paraíba registra quatro tentativas de homicídio e cinco assassinatos

Publicado em segunda-feira, setembro 22, 2014 ·

Policial .Os finais de semana continuam violentos na Paraíba. Da última sexta-feira (19) até a manhã desta segunda-feira (22) foram registrados no estado nada menos do que quatro tentativas de homicídio e cinco assassinatos. Os casos aconteceram em Campina Grande e João Pessoa.

Na Rainha da Borborema por volta das 7h da manhã do domingo (21), um morador do bairro da Estação Velha telefonou para a polícia informando que havia encontrado um corpo dentro de um córrego. Ao chegar no local, os policiais encontraram  homem de 46 anos com marcas de perfuração e uma faca no peito. Segundo a PM, a vítima pode ter sido morta no sábado (20).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Também no domingo, só que por volta das 16h40, um jovem de 28 anos foi assassinado a tiros dentro de um bar, no bairro do José Pinheiro. De acordo com a PM, dois homens em uma moto passaram na região, atiraram três vezes contra o jovem e fugiram em seguida. A vítima, conhecida por “Elton Cabeludo”, era vice-presidente da torcida organizada Facção Jovem do Campinense. Os agentes de segurança realizaram rondas na região, mas os autores do homicídio não foram localizados.

Ainda na Rainha da Borborema, no sábado (20), Marinaldo Batista da Costa, 31 anos, foi morto a facadas no bairro Três Irmãs. Segundo a PM, a vítima foi abordada quando chegava em casa e morta.

A suspeita do crime é um adolescente de 16 anos, que é vizinho da vítima e teria discutido com o homem horas antes do homicídio. O menor foi detido.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, a região do Agreste paraibano também registrou três tentativas de homicídio, em dois dos casos, oito pessoas foram detidas.

A primeira tentativa de assassinato aconteceu na tarde do domingo, no bairro do Pedregal, em Campina Grande. Um homem bebia em um bar quando outro chegou numa moto e atirou. A vítima foi atingida por um disparo nas costas. O homem foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde passou por cirurgia e encontra-se internado em estado regular.

A segunda e terceira ocorrências de tentar ceifar vidas aconteceram horas depois, no mesmo bairro.  Segundo a PM, moradores da região ouviram os disparos e chamaram a polícia. Ao chegar no local, os policiais foram informados que algumas pessoas passaram atirando na rua. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e foram socorridas pelos moradores. A PM realizou uma busca pela região e em uma casa abandonada encontraram os suspeitos do tiroteio. Com eles a polícia apreendeu 835 gramas, 231 papelotes e 218 pacotes de maconha, dois revólveres calibre 38 um revólver calibre 32, uma espingarda calibre 12 e um rifle 44 milímetros. Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil.

A quarta tentativa de homicídio foi registrada na cidade de Arara, no Agreste paraibano, por volta das 21h33 do domingo. Segundo a PM, alguns adolescentes estavam em uma festa quando um rapaz de 14 anos teria se desentendido com uma menina, também de 14 anos, e atirou contra ela. A adolescente foi atendida pelo Samu e o jovem foi apreendido pela polícia. Os dois foram encaminhados para a Polícia Civil para prestar depoimentos. Duas armas de fabricação caseira foram apreendidas pelos policiais.

Na capital, entre o final da noite de sábado (20) e a madrugada de domingo (21), dois jovens foram assassinados. As vítimas estavam em uma motocicleta trafegando por uma das ruas do bairro do Cristo Redentor depois que saíram de uma casa de show no bairro do Rangel, quando foram interceptados por dois homens que estavam em outra moto.

O garupa efetuou tiros contra os rapazes. A Polícia Civil informou que um morreu no local e outro foi baleado e socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O estado de saúde não foi informado. Os jovens moravam no bairro de Valentina Figueiredo.

No bairro de Mandacaru, Alysson dos Santos, 19 anos, foi assassinado na noite do sábado (20), na localidade conhecida como Beco do Jenipapo, na comunidade Porto de João Tota. Segundo informações da Polícia Militar, que esteve no local, o jovem foi morto com tiros e facadas.

Familiares disseram que a vítima já respondeu por porte ilegal de armas e era viciada em drogas.

Blog do Gordinho com G1-PB e Portal Correio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627