Festival de Artes de Areia: 12ª edição vai contemplar artistas do estado; abertura será com Zé Ramalho

Publicado em terça-feira, setembro 6, 2011 ·

ze-ramalhoO jornal A União publicou nesta terça-feira (06) matéria de autoria da jornalista Vanessa Furtado sobre o 12º Festival de Areia. Evento será realizado de 14 a 18 deste mês e ocupará espaços públicos, como escolas, teatro, casarões e a Câmara de Vereadores. Reproduzimos abaixo a matéria na íntegra.

A Paraíba é o tema

Décima segunda edição do Festival de Artes de Areia

vai contemplar com exclusividade os artistas do estado

Vanessa Furtado

Após 2 anos sem sediar o Festival de Artes, a cidade de Areia, no Brejo paraibano, vai receber, de 14 a 18 de setembro, importantes nomes do cenário artístico do estado. Durante cinco dias, o município, que é conhecido pelo clima frio e riquezas arquitetônicas e gastronômicas, será palco para inúmeras apresentações musicais, teatrais e de dança, além de exibição de filmes, exposições e oficinas.

Realizado pelo Governo da Paraíba, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), o XII Festival de Artes de Areia tem por objetivo democratizar a cultura, em especial a desenvolvida pelos paraibanos, e a literatura será destaque no evento. “Diferente de outras edições que homenageavam talentos conhecidos nacionalmente, o Festival ressurge para aproximar o público dos artistas locais e fomentar a produção literária da Paraíba”, explicou José Octávio de Arruda Melo, coordenador de Literatura do evento.

Para isso, o Festival contará com feiras de livros, lançamento de obras, seminários, debates, palestras e oficinas, sempre com a participação de autores e especialistas em literatura no estado. “O Festival dará atenção especial à literatura e, embora haja lançamentos previamente agendados, todo e qualquer autor que deseje expor seu trabalho será bem recebido”, esclareceu José Octávio.

Participarão das inúmeras atividades durante todo o evento, nomes importantes da literatura paraibana como Lourdes Luna, Astier Basílio, Wills Leal, Bráulio Tavares e Hildeberto Barbosa Filho. Além destes, muitos outros escritores do estado terão a oportunidade de difundirem suas obras, promovendo o incentivo à leitura e participando ativamente do Festival.

A programação completa será lançada hoje pela manhã, pelo governador Ricardo Coutinho e o secretário de Cultura, Chico César, em solenidade no Teatro Santa Roza, em João Pessoa. “Dentro da política do governo de valorização da produção cultural local, estamos resgatando o Festival de Artes de Areia, com uma vasta programação cultural, mas agregando valores e incentivando a reflexão”, explicou Chico César.

Assim, as escolas, praças, ruas, casarões e até a Câmara Municipal de Areia serão tomados por escritores, artistas plásticos, músicos e cineastas. Enfim, talentos paraibanos que durante cinco dias mostrarão que, embora pequenina, a Paraíba é uma terra de muitos, intensos e raros valores.

ATRAÇÕES – O XII Festival de Artes de Areia começa na quarta-feira (14) e contará com inúmeras atrações que irão se revezar em um circo armado na praça central da cidade, além de escolas, teatros, casarões e na Câmara Municipal, até o domingo (18).

Zé Ramalho, Chico César, Cátia de França, Fernanda Cabral, Escurinho, Quinteto da Paraíba, Amazan, Tadeu Mathias, Genival Lacerda, Orquestra Sinfônica Jovem e Quarteto de Trombones são algumas das atrações musicais que irão participar do Festival.

O maior evento cultural do Brejo promoverá um encontro único que reúne música, teatro, literatura, cinema e artes plásticas em uma só festa. Serão expostas obras sobre a vida de Simeão Leal, Zé Ramalho e Mike Deodato, além de trabalhos de artistas de Areia.

Ao mesmo tempo a Trupe Arlequim, a Companhia de Teatro Mambembe e o ator Luiz Carlos Vasconcelos realizam oficinas e apresentam espetáculos gratuitos na cidade. Artistas e companhias de dança também irão levar lições e divertimento, com mostras de ballet, e cursos aos teatros de Areia.

A cultura popular também terá destaque no Festival com a apresentação de grupos folclóricos, de capoeira, samba de coco, além de repentistas, do contador de ‘causos’ Jessier Quirino e do Salão de Artesanato Paraibano, que permanecerá aberto ao público, durante todo o evento, no Espaço de Artes Horácio de Almeida.

Para os amantes da sétima arte, o Festival de Areia garante diversão e debates interessantíssimos. Mostra com premiados filmes paraibanos acontecerão no Teatro Minerva, oficinas de introdução ao audiovisual serão promovidas no Centro Social Padre Ibiapina, e as perspectivas para o cinema paraibano serão debatidas pelos diretores Arthur Lins, Vladimir Carvalho, Marcélia Cartaxo, Torquato Joel e José Dhiones.

A literatura será contemplada de forma especial no evento, com a participação de inúmeros escritores que irão se suceder em mesas de debate, oficinas e lançamentos de livros por toda a cidade. Faça as malas, se aventure e aproveite o intercâmbio cultural que está sendo oferecido gratuitamente a você.

Programação

14 de setembro (Quarta-feira)

Manhã

Abertura de cinco exposições, do Salão de Artesanato Paraíbano, oficinas de técnicas circenses, dança, identidade musical, introdução ao audiovisual e debate sobre literatura paraibana.

Tarde

Lançamento de livros, debate sobre o patrimônio histórico e cortejo popular pelas ruas da cidade.

Noite

Vernissage, apresentação dos Congos de Pombal, espetáculo “Cartas de Rodez” do grupo de teatro Amok e show de Zé Ramalho.

15 de setembro (Quinta-feira)

Manhã

Oficinas de técnicas circenses, dança, artes plásticas infantis e música nordestina, além de debate sobre a literatura do Brejo, Cariri e Sertão e mostra de arte em grafite.

Tarde

Apresentação do espetáculo de dança “A outra face”, do Grupo Vivarte The Boys, mesa redonda sobre as “Memórias de Areia” e a identidade da música paraibana, além de mostra audiovisual e apresentação circense.

Noite

Lançamento de livros, mostra audiovisual, apresentação do Grupo de Tradições Folclóricas Moenda, além do espetáculo teatral “Torturas de um coração”, do Grupo Oficina e shows do Quarteto de Trombones, Fernanda Cabral, Cátia de França e Jackson Envenenado, com DJ Mustafá e VJ João Faissal.

16 de setembro (Sexta-feira)

Manhã

Oficinas de teatro com Luiz Carlos Vasconcelos e Duílio Cunha, de artes plásticas infantis, de “Obra Coletiva”, com José Rufino, de percussão com Escurinho e de introdução ao audiovisual. Debates sobre literatura paraibana e dança em formação.

Tarde

Encenação do espetáculo “O Mundo Fantástico de Zing”, mesa de discussão “De repente cordel”, mostra audiovisual e apresentação da peça “Kakurrara – a história do teatro”.

Noite

Lançamento de livros, mostra audiovisual, apresentações musicais de Oliveira de Panelas, Samba de Coco do Mestre Zé Cuca, Quinteto da Paraíba, Jessier Quirino, além de mostra de dança e encenação de “Esparrela”, do grupo Bigorna.

17 de setembro (sábado)

Manhã

Oficinas de teatro com Luiz Carlos Vasconcelos e Duílio Cunha, de artes plásticas infantis, de “Obra Coletiva”, com José Rufino, de percussão com Escurinho, de introdução ao audiovisual e de criação literária.

Tarde

Debates “A cena da Paraíba”, “O cinema paraibano em perspectiva”, apresentação circense “Silêncio Total”, com o palhaço Chuchu e mostra audiovisual.

Noite

Lançamento de livros, apresentação de Capoeira Angola dos Palmares, mostra audiovisual, de dança, apresentação do espetáculo “Flor de Macambira” e shows com Genival Lacerda & Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba, Toninho Borbo, Escurinho, Júnior Cordeiro com DJ Guirraiz e VJ Carlos Downlling.

18 de setembro (domingo)

Tarde

Apresentação popular do Reinaldo de Zabelê no Colégio Santa Rita e debate com Ariano Suassuna.

Jornal A União

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627