Festa de emancipação política de Remígio vai ter Vicente Nery e Gabriel Diniz; confira a programação

Publicado em segunda-feira, março 25, 2013 ·

 

RemígioO município de Remígio comemora, nos próximos dias 30 e 31, o seu aniversário de 56 anos de emancipação política. E, para celebrar a data, o prefeito Melchior Naelson (Chior-PSB) vai promover uma festa recheada de atrações. Na programação, além de vários outros artistas, estão o cantor Vicente Nery e a banda Cheiro de Menina e, também, Gabriel Diniz e Forró na Farra.

 

Também farão parte da festa a banda Clã Brasil, Forró de Januário, Forrozão Vip, Garota Bronzeada e Gigahertz.

 

História – No dia 02 de agosto de 1956, o deputado Tertuliano de Brito apresentou a Assembléia Legislativa da Paraíba o Projeto de Lei Nº129/1956, pedindo a emancipação de Remígio, sancionada em 14 de março de 1957, pelo Governador Flávio Ribeiro Coutinho, entrando em vigor no dia 31 de março do mesmo ano. Na época, Epitácio Bronzeado foi nomeado para administrar o município, de 31 de março de 1957 a 06 de fevereiro de 1958.

 

Entretanto, por volta de 1700 já havia homens brancos na região Remígio, porém os registros históricos datam a partir de 1788, quando o alferes Luiz Barbosa da Silva Freire, de tradicional família portuguesa, e residente no Rio Grande do Norte, negociou suas terras com o senhor João de Morais Valcácer, adquirindo a propriedade denominada “lagoas”, onde hoje está situado o município, tendo como garantia para o negócio, uma simples troca de fios de barba, a permuta das propriedades.

 

A história relata, porém, que os primeiros habitantes de Remígio foram os Índios Potiguares, que se dividiram em três grandes aldeias: Jandaíra, Queimadas e Caxexa.

 

Remígio dos Reis, genro de Luiz Barbosa, construiu sua residência próxima a uma das cinco lagoas existentes na propriedade (atual Lagoa Parque). Remígio que pertencia a Areia viveu os mesmos ideais da sede tomando parte ativa nas lutas da Confederação do Equador, uma das mais belas páginas da história areiense.

 

O número de habitantes e as edificações cresciam em ritmo acelerado, foi quando Frei Herculano, com a ajuda da população edificou uma Capelinha no morro próximo à lagoa (hoje Matriz de Nossa Senhora do Patrocínio), e o senhor Francisco Tonel construiu o mercado, fortalecendo o comércio.

 

Em 30 de março de 1938, Remígio passa à categoria de vila, e em 15 de novembro do mesmo ano a Lagoa da cidade ganha a sua atual denominação, “Remígio”, em homenagem ao seu fundador. O primeiro projeto para o desmembramento da vila de sua sede, o município de Areia, foi apresentado pelo Deputado Remigense Dr. Luiz Bronzeado, reprovado pelo Governador João Fernandes de Lima, que substituía o titular José Américo de Almeida, alegando que o desmembramento traria vários prejuízos a economia de Areia.

 

Atualidade – De acordo com o censo demográfico de 2010, Remígio tem, atualmente, 17.581 habitantes.

Programação:

BANNER REMIGIO

Redação/Focando a Notícia

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627