Família não deve divulgar sequestro pela web, recomenda delegado da PB

Publicado em sexta-feira, Março 16, 2012 ·

O delegado regional de Campina Grande, André Rabelo, concedeu uma entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (16) para explicar a ação da Polícia Civil durante as negociações da libertação de um adolescente de 15 anos sequestrado na quarta-feira (14) à noite na cidade.

Estudante é recebido pela família na volta para casa (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Conforme o delegado, enquanto uma equipe dava apoio à família, agentes do serviço de inteligência analisavam pistas deixadas pela quadrilha. Depois que a região onde o rapaz era mantido refém foi descoberto, agentes disfarçados cercaram o setor e montaram campana para agir no resgate.

Segundo André Rabelo, a própria família pediu que o cativeiro não fosse invadido pelos policiais civis, para evitar que a vítima corresse risco de morte. Apesar do cerco ter sido feito, o adolescente foi deixado em uma rodovia e os suspeitos de envolvimento no crime conseguiram fugir. Conforme o delegado, todos os esforços foram feitos no sentido de evitar que a família precisasse pagar o valor exigido para o resgate.

Sobre toda a mobilização feita por parentes do estudante em redes sociais após o sequestro, André Rabelo disse que não recomenda a divulgação de casos de sequestro na internet. Segundo ele, as famílias de reféns devem se resguardar para evitar que muita gente se mobilize com o intuito de arrecadar dinheiro e pagar o resgate exigido. Para o delegado, a discrição é essencial nas negociações.

Com base nas investigações, a Polícia Civil acredita seja o mesmo envolvido no sequestro de um homem no município de Lagoa Seca, vizinho a Campina Grande, em dezembro do ao passado. Além dos três homens que foram vistos abordando o estudante e fugindo com ele dentro de um carro, a Central de Polícia apura a suspeita de participação de uma quarta pessoa no crime. Seria o proprietário da casa onde o garoto foi mantido refém. O local do cativeiro não foi revelado.

G1 PB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627