vários modelos com o acessório

Faça você mesma: como criar saídas de praia com canga

Publicado em quinta-feira, janeiro 30, 2020 ·

Com as amarrações, é possível criar vários modelos com o acessório

Conta a história que, no século 19, na África, surgiu o que hoje conhecemos como canga. E logo a peça virou um símbolo tradicional para as mulheres de Moçambique, que, naquela época, já faziam os mais diversos usos dos lenços coloridos.

Hoje, as mulheres de todo o mundo criaram suas próprias maneiras de usar canga e as possibilidades são quase infinitas. Com uma ou várias amarrações é possível criar looks diferentes, até utilizando o mesmo tecido.

Apesar de serem versáteis e usadas como complemento do look em qualquer época, as cangas ganham destaque especialmente no verão como saídas de banho. Além de complementarem o visual, os tecidos — leves e fáceis de carregar — podem servir como toalha e também para disfarçar as imperfeições do corpo.

Democráticas, as cangas podem ser encontradas em todos os estilos, cores, faixas de preço e tamanhos. E ficam bem em todos os corpos. Uma dica é escolher uma amarração que valorize o seu. Para ajudar você, fizemos uma lista com algumas maneiras criativas de amarrar o acessório.

Tomara que caia

Esse é um dos jeitos mais simples de amarrar a canga, mas nem por isso deixa de ser um charme. Basta se enrolar no tecido e dar um nó ou laço no peito. Para finalizar, ajeite o tecido no busto.

Esse modelo protege quase todo o corpo da areia, sem deixar de ser sexy, pois em quase todo o comprimento, há uma abertura, como uma fenda, podendo ser na frente ou do lado, como você preferir.

Saia longa

Essa é uma das amarrações mais utilizadas, pois, além de ser fácil de fazer, vai bem com um maiô ou biquíni e pode servir como uma peça de roupa para um almoço ou até uma balada para a qual você vai direto da praia.

Para amarrar, basta dobrar a canga ao meio e passá-la ao redor da cintura. Em seguida, segure uma das pontas e leve-a para o lado oposto, fazendo uma amarração. O ideal é torcer as pontas e colocá-las dentro da saia.

Quem gosta de um visual mais despojado pode deixar o nó aparecendo ou até dobrar as duas camadas da saia com comprimentos diferentes.

Vestido frente única

Essa amarração transforma a canga em um vestido que, além de ser usado na praia e na piscina, pode servir para um passeio e até ser incrementado com um cinto, para dar aquele toque a mais.

Funciona assim: você se enrola na canga centralizada nas costas e traz as pontas na parte do busto. Depois, você leva as pontas para trás e as amarra na parte traseira do pescoço. Aí, é só ajustar o tecido, cobrindo os seios.

O vestido pode ficar com o comprimento longo, médio ou curto, dependendo do tamanho da canga utilizada. Mas também dá para dobrar uma canga grande e fazer um vestido curto, por exemplo.

Vestido com a frente aberta

Essa é uma variação da amarração anterior e é indicada para quem não se importa em mostrar a barriga. Para amarrar, basta posicionar a canga nas costas, passar as pontas pela frente — como se estivesse vestindo — e fazer uma amarração atrás do pescoço.

Em seguida, segure a parte de baixo e dobre-a de forma com que fique uma parte para dentro. Depois, é só amarrar na lateral, marcando a cintura, e ajustar o tecido no corpo.

Outra variação é fazer a dobra maior, o que deixa o vestido um pouco mais curto, mas com uma menor abertura na frente. Nesse caso, a amarração é feita na frente do tecido e fica à mostra.

Agora, é só escolher a amarração que mais combina com a ocasião e com seu estilo e arrasar por aí.

 

Conteúdo gearseo

 

 

Comentários

Tags : ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627