Ex-prefeito do Conde rebate acusação do secretário: “Ele está doido é pra levar umas lapadas”

Publicado em quarta-feira, junho 10, 2015 ·

aluisoO ex-prefeito do Conde, Aluísio Régis, negou que tenha apontado arma para o atual secretário do Comunicação do município, Alysson Campelo, conforme registrado em boletim de ocorrência pelo auxiliar da prefeitura. Durante entrevista dura e sem restrições no discurso, Régis disse que se quisesse atentar contra a vida do secretário estaria acompanhado de “capangas” e afirmou que Alysson precisa “levar umas lapadas”.

O episódio, de acordo com Régis, não foi como registrado na delegacia. Ele explicou que foi a Câmara de Vereadores para ser homenageado pela aprovação de contas do seu mandato enquanto prefeito e o secretário teria ido interromper a homenagem.

Régis disse que discutiu com Alysson depois da intromissão da sessão: “Mas eu ia falar na Câmara e quando eu fui falar, ele chegou me interrompendo. Aí eu chamei ele de moleque, disse que ali não era picadeiro para dar lugar a palhaço e falei com ele. Mas em momento nenhum eu puxei uma arma para ele”, explicou.

Para o ex-prefeito, a ação foi premeditada pela atual gestora do Conde, Tatiana Correia: “Ele caiu de pára-quedas aqui como secretário do Conde e fica querendo me peitar. Ele quer ser estrela, tomou o lugar de Vailson e quer ser estrela. Foi me peitar na tribuna da Câmara na hora de uma homenagem que foi feita a mim. Esses moleques contratados a preço de ouro vem aqui me peitar a mandado da prefeita”, acusou.

Aloísio relatou que não foi o primeiro embate que teve com o secretário de Comunicação. Ele revelou que Alysson já o fez provocações em outras oportunidades: “Eu estava fazendo uma participação em um programa, aí ele chegou lá sem ser convidado, tumultuando a entrevista. Ele vem com provocação. Ele está doido é pra levar umas lapadas. Porque discutir não é motivo dar tiro não, mas é de levar umas lapadas”, ameaçou.

O ex-prefeito questionou a intervenção de Alysson durante a sessão na Câmara e disse que o presidente da Casa foi conivente com a ação do secretário: “Se eu quisesse fazer palhaçada eu tinha levado quatro capangas comigo. Eu estava sozinho, no meio da praça. Ele não é nem vereador para adentrar na Câmara e querer cassar minha palavra. Ele é um estranho. Faltou até pulso do presidente para dizer que ele é um estranho”.

Outro fato destacado por Aluísio Régis foi um primeiro encontro que teve com o secretário, enquanto ele era prefeito. Régis disse que mesmo presente nos encontros de outro grupo político, Alysson o procurou para pleitear uma vaga na administração do Conde: “Ele bajulava atrás de um cargo de secretário de Comunicação que eu nem sei se ele pode exercer. Eu não sei nem se ele é jornalista, acho que esse rapaz não é jornalista não. É um cantador de história pabuloso, mentiroso, moleque, cafajeste e a cima de tudo palhaço”, concluiu o ex-prefeito.

ASSISTA: Secretário de Comunicação acusa ex-prefeito de tentativa de homicídio no Conde

 

blogdogordinho

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627