Ex-prefeita Léa prejudica libreação de recursos para Guarabira

Publicado em sexta-feira, outubro 21, 2011 ·

LéAPor conta de valores aplicados indevidamente no governo da ex-prefeita Léa Toscano, o município de Guarabira pode ser impedido de receber recursos federais.

Ocorre que quando prefeita, Léa Toscano aplicou indevidamente mais de R$60 mil reais, recursos oriundos do Ministério da saúde, o qual determinou a devolução dos valores.

Projetos importantes como a aquisição de máquinas e equipamentos de limpeza urbana podem ser inviablizados se ela não providenciar a devolução do dinheiro, assim como o impedimento de contrair um empréstimo no valor de R$1,7 milhão de reais que a prefeita Fátima, mediante solicitação aprovada em maio deste ano na Câmara Municipal, não pôde extrair no BNDES para a aquisição de equipamentos como patrol, caçamba, retroescavadeira e compactadores de lixo para a cidade.

O líder do governo na Câmara, vereador José Ismai fez um apelo para que a ex-prefeita resolva o problema e não prejudique ainda mais a cidade de Guarabira.

Em razão dessa situação Guarabira está com restrições no CAUC – Cadastro Único de Convênios, da Secretaria do Tesouro Nacional.

A ex-prefeita é acusada de adquirir equipamentos acima do previsto ou fora do Plano de Trabalho Aprovado.

Nordeste1 com ASCOM

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627