ESPORTES

Estudo mostra benefícios da L-arginina na prática esportiva

Publicado em quinta-feira, fevereiro 13, 2020 ·

O mercado de suplementos está em franco crescimento no mundo todo. Inicialmente, muitos deles eram usados sem que a comunidade científica tivesse tanta certeza dos seus benefícios e efeitos negativos, porém, recentemente, cada vez mais pesquisadores tem se dedicado a descobrir como os compostos mais usados pelos atletas agem em nosso organismo.

Um destes compostos, presente em muitas suplementações, é o aminoácido L-arginina. Além de ser obtido através dos suplementos e produzido pelo próprio corpo, este nutriente também pode ser encontrado em carnes vermelhas, aves, sementes e laticínios – alimentos essenciais na dieta dos atletas.

Um estudo publicado em 2017 no European Journal of Clinical Nutrition, periódico referência em nutrição, constatou que a L-arginina promove uma melhora significativa no desempenho físico. A pesquisa foi realizada com 52 participantes. 25 deles receberam 2g do nutriente por dia, e os outros 27 receberam 2g de uma substância neutra, com efeito placebo. Nenhum deles sabia se estava consumindo o aminoácido ou não.

Depois de 45 dias, os pesquisadores perceberam que o grupo que consumiu a L-arginina teve um VO2 máximo quase três vezes maior do que o grupo que não consumiu. O VO2 máximo é o volume máximo de oxigênio do corpo, ou seja, a capacidade que uma pessoa tem de transportar oxigênio durante a prática de exercícios. Portanto, quanto maior o VO2 máximo, melhor a performance esportiva.

Além dessa importância, a L-arginina tem outra função essencial no corpo de um atleta: ela ajuda a gerar o óxido nítrico (NO), que é uma das menores moléculas produzidas pelo nosso corpo, mas que possui ótimos efeitos: ele aumenta a força muscular, proporciona ganho de resistência e melhora o fluxo sanguíneo.

O óxido nítrico também funciona como uma espécie de mensageiro, que percorre todos os principais sistemas do nosso organismo.

Por conta de todos esses benefícios, a L-arginina é recomendada não apenas aos atletas profissionais e de alto desempenho, mas também a todos aqueles que estão começando no mundo das atividades físicas e desejam obter melhores resultados e, principalmente, maior resistência para continuar se exercitando, já que ela ajuda a diminuir o cansaço e acelera a recuperação do corpo após uma série de exercícios intensos.

É importante ressaltar que nem todos os praticantes de atividades precisam ingerir a suplementação de L-arginina, pois é possível obter os níveis necessários através de uma dieta balanceada.

O recomendado é que, antes de decidir consumir o suplemento, a pessoa procure um médico ou um nutricionista, para constatar se o consumo é realmente necessário. Caso contrário, os níveis do nutriente no organismo podem ficar até mais altos do que o desejado. É importante também ficar atento às normas de regulamentação para suplementos alimentares.

 

 

Comentários

Tags : , , ,

REDES SOCIAIS














INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627