Esquiadora esquece a polêmica com fotos e quer ‘ajudar Líbano a melhorar’

Publicado em sábado, Fevereiro 22, 2014 ·

Sem mágoas e de cabeça erguida. É assim que Jackie Chamoun se despede dos Jogos Olímpicos de Sochi. Após competir no slalom, a esquiadora libanesa quer deixar para trás a polêmica criada pelo vazamento de fotos suas de topless. Apesar de viver na Suíça, ela revelou ter planos de retornar em breve para seu país de origem e esquecer as críticas que recebeu.

– Costumo ir ao Líbano três vezes por ano. Mas devo ir antes do planejado desta vez. As pessoas querem me ver e estou animada para voltar. Não tenho problemas com isso – disse a atleta.

Em Sochi, Jackie terminou sua participação olímpica com 47ª colocação no slalom, com o tempo de 2m28s74. Mais do que pelo resultado nas pistas de esqui, ela ganhou destaque na imprensa mundial depois que fotos sensuais suas foram vazadas na internet. Diante de toda a repercussão, ela chegou a pedir desculpas aos seus compatriotas, reconhecendo que o Líbano é um país muitas vezes conservador. Segundo ela, o material que caiu na rede fazia parte de um ensaio que fez para um calendário austríaco, há três anos. A atleta garantiu que as imagens eram apenas dos bastidores e não deveriam ter sido divulgadas.

A libanesa Jackie começou a esquiar quando tinha apenas três anos de idade nas montanhas de Faraya. Atualmente, reside na Suíça, onde também estuda e trabalha com eventos esportivos. Apesar de ter sido duramente criticada pelo lado mais conservador do país, tem planos prontos para iniciar o crescimento do esporte em sua terra. Sem se importar com nenhum julgamento, quer ser exemplo para as futuras gerações.

– Estou animada para voltar. Vai ser ótimo. Depois que tudo passar, gostaria de ajudar o Líbano a melhorar em diversos aspectos. Principalmente nos assuntos relacionados aos atletas. Quero ajudar no crescimento e no acesso ao esqui por lá. É meu objetivo ajudar na formação de novos atletas – disse.

O ouro na prova de slalom, disputada por Jackie, ficou com Mikaela Shiffrin. A americana de 18 anos se tornou a atleta mais jovem a vencer a prova do slalom nas Olimpíadas de Inverno. Na segunda e terceira colocações, duas austríacas subiram no pódio. Marlies Schild ficou com a medalha de prata e Kathrin Zettel com a de bronze. Representante brasileira, Maya Harrison terminou em 39ª.

Jackie Chamoun Esqui Sochi (Foto: AP)Jackie Chamoun virou pivô de polêmica (Foto: AP)

Entenda o caso

Após o vazamento de suas fotos, Jackie enfrentou problemas em seu país. Ministro da Juventude e do Esporte do Líbano, Faisal Karami determinou uma investigação sobre o vazamento, como medida para preservar a imagem do país. Já o Comitê Olímpico do Líbano realizou reuniões e concluiu que a polêmica não afetaria a participação do país em Sochi.

Nas redes sociais, no entanto, o apoio foi maciço. Em pouco tempo, Jackie também passou a receber apoio de fãs de inúmeros países. Nas redes sociais, eles compartilharam a página ”I am Not Naked” (em português, ”Eu Não Estou Nu”), como a intenção de defender a esquiadora. A campanha chegou, inclusive, ao Brasil. No Twitter, a hashtag #stripforjackie (tire a roupa para Jackie) também foi muito compartilhada.

Jackie Chamoun Esqui Sochi (Foto: Reprodução / YouTube)Imagens da esquiadora de ‘topless’ vazaram na internet  (Foto: Reprodução / YouTube)
Globoesporte.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627