Escola Estadual de Esperança promove audiência para criação de Fórum Permanente

Publicado em quinta-feira, dezembro 6, 2012 ·

 

A Escola Estadual Monsenhor José da Silva Coutinho, em Esperança, distante 159 quilômetros  de João Pessoa, realizou na manhã de terça (04/11) a primeira audiência para a formação do seu fórum permanente da Agenda 21 Escolar. A iniciativa tem o apoio do Projeto Rio Mamanguape, patrocinado pela Petrobras, através do Programa Petrobras Ambiental.

Mais de 25 alunos já se comprometeram a participar do grupo, que será também formado por funcionários da escola, professores e pais de alunos, para trabalhar num diagnóstico que identifique o que aquela unidade já dispõe e o que sua comunidade escolar quer nos próximos anos.

A audiência contou com as participações do promotor público de Esperança, Clístenes Holanda, da juíza da cidade, Lua Yamaoka e da coordenadora do Projeto Rio Mamanguape, Maria José dos Santos, que falou de forma detalhada da Agenda 21.

O promotor Clístenes Holanda abriu audiência ressaltando a importância de uma iniciativa da agenda 21 de Esperança acontecer numa escola, porque dentre os alunos que lá estudam poderão sair os futuros gestores dos destinos do município.

Ele apresentou dados alarmantes sobre a degradação do meio ambiente no planeta e no Brasil e disse que o direito a um meio ambiente ecologicamente saudável está previsto na Constituição, em seu artigo 225, e que é tanto um direito como um dever de toda sociedade.

A juíza Lua Yamaoka elogiou a iniciativa dizendo que os alunos da Escola Estadual Monsenhor José da Silva Coutinho estão tendo a oportunidade que várias gerações não tiveram, para estudar e discutir como o meio ambiente. “Recomendo que ao retornarem para suas casas vocês conversem e discutam com suas famílias e seus amigos e para o seu cotidiano, porque este é um tema mundial. Nosso planeta necessita desta conscientização”.

A coordenadora do Projeto Rio Mamanguape, Maria José dos Santos, falou em seguida e apresentou uma série de informações básicas sobre o que é e como pode ser elaborada a agenda 21 em várias instâncias, entre elas nas escolas. Ela lembrou que o trabalho a ser desenvolvido na Escola Monsenhor José da Silva Coutinho terá uma repercussão em todo o município.

Maria José que explicou que uma das tarefas básicas para a elaboração da agenda 21 escolar será a realização de um diagnóstico sobre as atuais condições ambientais e as propostas para o desenvolvimento sustentável da escola em curto, médio e longo prazos.

Após o encerramento da apresentação da coordenadora do Projeto Rio Mamanguape, iniciou-se a formação de um grupo de alunos que participará do trabalho de elaboração do diagnóstico que fundamentará a proposta de agenda 21 escolar. Rapidamente, mais de 25 estudantes demonstraram interesse em participar.

A agenda 21 escolar é também uma meta traçada pelo Programa do Governo do Estado Ensino Médio Inovador. Sua articuladora na Escola, Ivonete Garcia, explicou que a audiência de ontem foi “um momento de crescimento para todos que integram a comunidade escolar porque tivemos acesso a uma série de informações sobre o que significa a agenda 21 escolar e isto vai melhorar o nosso ambiente”.

Alunos

Dentre os alunos da escola Monsenhor José da Silva Coutinho está Antonio Carlos dos Santos. Ele justificou seu interesse afirmando que considerar muito importante cuidar do ambiente da escola e da comunidade onde vive para garantir um futuro melhor para a sociedade.

A estudante Fabíola Cristina Dias explicou seu interesse em participar da agenda 21 escolar como uma possibilidade de ajudar o planeta que vem sofrendo os efeitos do atual modelo de desenvolvimento. Já o aluno Rodrigo Basílio vê na Agenda 21 escolar uma oportunidade de aprofundar seus conhecimentos sobre o desenvolvimento sustentável, para poder levar a questão para sua família e comunidade.

Assessoria de Imprensa (Fred Oliveira) para o Focando a Notícia

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627