Empresário de Adryan admite: ‘Talvez ele não esteja 100% pronto’

Publicado em terça-feira, setembro 24, 2013 ·

A derrota por 4 a 2 para o Atlético-PR, na semana passada, gerou o pedido de demissão de Mano Menezes e teve outras consequências. Adryan, que substituiu Carlos Eduardo durante a partida, errou um passe bobo no meio-campo que originou o contra-ataque e o gol do desempate marcado por Marcelo. O erro deixou o jogador extremamente abatido. Ele não foi nem mesmo relacionado para a partida contra o Náutico no último domingo, e também ficou fora da lista de jogadores que enfrentarão o Botafogo, pela Copa do Brasil. Agora, uma espécie de força-tarefa tenta fazer com que o jovem que surgiu como grande promessa não seja mais um a sucumbir diante do peso de vestir a camisa do Flamengo.

Empresário e conselheiro do jogador, Reinaldo Pitta revela o sentimento de Adryan depois do erro e a necessidade de ele lutar para superar a má fase.

– Ele se abate. Mas já conversei com ele, meu filho (o também empresário Rodrigo Pitta) também. Conversamos com o pai dele, que conversou com o Adryan. Ele estava arrasado depois do jogo. Mas está indo. É da pessoa. Estamos tentando ajudar da melhor maneira possível. O pai dele é uma pessoa muito especial. Todo apoio que podemos dar estamos dando. Vamos esperar que o tempo resolva. Nunca foi falado isso, mas talvez ele não esteja 100% pronto. Não discordo do treinador, que está todo dia com ele. O que a gente achava é que, assim como outros jogadores que tiveram uma série de oportunidades e foram mal, queria ver se o Adryan tivesse quatro, cinco oportunidades de começar o jogo, acreditando nele, se ele iria bem ou mal. Essa é uma dúvida que eu, Reinaldo torcedor, tenho. Mas não discuto com uma comissão técnica que é muito mais bem preparada do que eu, pois convive com o jogador todo dia, sabe se chuta com a direita, esquerda, se dribla.

Adryan treino Flamengo (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)Adryan ficou abalado após erro contra o Atlético-PR (Foto: Cezar Loureiro / Agência O Globo)

Adryan completou 19 anos recentemente. Um dos traços da personalidade do jogador é o abatimento diante das adversidades na vida profissional. No ano passado, ao ser relacionado para um jogo e, depois ser cortado da lista final de titulares e reservas, o jogador chorou e ficou abatido.

Pitta lembra que ainda falta maturidade ao jogador. E acredita que com mais experiência ele não cometeria o erro, como foi na derrota para o Furacão.

– Se ele fosse um jogador maduro, o que ele faria: talvez metesse a bola lá para frente. O que é do homem o bicho não come. Vamos torcer para que ele se recupere o mais rápido possível. Acreditamos nele. Se tivesse com 25, 26, 27 anos, eu estaria preocupado. Mas ele acabou de fazer 19. Dá tempo de tudo – disse o empresário.

Internamente, o jogador demonstra instabilidade não só nas atuações, mas também no dia a dia, muitas vezes com pouco rendimento nos treinos. Depois de boas atuações no ano passado, Adryan recebeu reajuste salarial e sua multa rescisória é R$ 30 milhões. O clube chegou a receber propostas pelo jogador na atual temporada, mas recusou. Em abril, o contrato foi renovado até março de 2016.

Reinaldo Pitta prefere não arriscar qual será o futuro de Adryan.

– Não temos que fazer nada. A vida tem flores e espinhos. Ele está com espinho na frente e tem que passar por cima dele. Se eu for prever que vai acontecer isso ou aquilo, é “achômetro”. É simples: tem que treinar, treinar, treinar. O futuro a Deus pertence.

 

globoesporte

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627