AUMENTO DE CASOS

Em Monteiro, ministro diz que o Brasil está diante de uma possível terceira onda da Covid

Publicado em segunda-feira, Janeiro 17, 2022 ·

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que, com o avanço da variante Ômicron da Covid-19, o país está diante de uma possível terceira onda da pandemia do novo coronavírus. A declaração do titular da pasta aconteceu durante sua passagem em Monteiro, no Cariri paraibano, nesta segunda-feira (17) onde acompanhou a testagem para Covid-19 e vacinação contra doença.

“Há mais de 70 milhões de doses que estão com os estados e essas doses têm que ser aplicadas no público- alvo. A prioridade é a aplicação da segunda dose e da dose de reforço. Estamos diante de uma possível terceira onda em função da variante Ômicron aumentando o número de casos”, disse.

“Os dados iniciais apontam que, em países que têm um nível de vacinação equiparado ao Brasil, não têm gerado tanto impacto sobre o sistema hospitalar e sobre as unidades de terapia intensiva, mas o vírus é um inimigo imprevisível e nós não temos que baixar a guarda”, concluiu Marcelo Queiroga.

Erro na vacinação em Lucena

O ministro da Saúde apontou ainda para a necessidade de estados e municípios reforçarem a atenção nos procedimentos para a imunização da população contra a Covid-19, especialmente crianças e adolescentes. O alerta aconteceu após o episódio ocorrido na cidade de Lucena, onde aproximadamente 60 crianças entre 4 e 11 anos foram vacinadas equivocadamente com imunizantes para adultos. Além disso, também foram usadas vacinas fora do prazo de validade.

“Nós, do Ministério da Saúde, temos alertado acerca das questões relativas à segurança. Muitas vezes quando damos os alertas, muitas vezes [dizem que] o ministério é contra [a vacinação de crianças]. Não é questão de ser contra, é questão de compromisso com a aplicação adequada de vacinas e evitar possíveis efeitos adversos”, disse Queiroga pouco antes de se deslocar para a cidade de Monteiro, onde participa de um ato de testagem para diagnóstico da Covid-19.

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br