Em jogo das faixas, Portuguesa bate Corinthians e leva Taça Sócrates

Publicado em quinta-feira, Janeiro 19, 2012 ·

Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra

Campeã da Série B do Campeonato Brasileiro de 2011, a Portuguesa mostrou que não diminuirá o ritmo em 2012. Nesta quarta-feira, em jogo no Estádio do Pacaembu, a equipe do técnico Jorginho derrotou o Corinthians por 1 a 0 e conquistou o simbólico Troféu Sócrates, oferecido pela equipe rival como forma de homenagear o ex-jogador – morto no último dia 4 de dezembro – para o confronto amistoso.

A vitória no “duelo dos campeões nacionais”, uma vez que o Corinthians é o atual campeão da Série A, ampliou ainda mais uma impressionante série invicta da equipe rubro-verde: desde 16 de agosto, quando caiu diante do Vila Nova por 1 a 0 na Série B, a Portuguesa não é derrotada. São 23 jogos de invencibilidade, sendo 21 em 2011 e dois em 2012 – o time empatou em amistoso com o Audax-SP por 1 a 1.

Para o Corinthians, por outro lado, o começo do ano mostra alguma falta de ritmo, em especial para os reservas. Após empatar por 2 a 2 com o Flamengo em Londrina (PR), em jogo no qual abriu 2 a 0 no primeiro tempo, o time alvinegro sofre essa derrota em casa. Nas duas partidas, o técnico Tite testou jogadores e sacou todos os titulares no intervalo.

Apesar de favorito, o Corinthians levou pressão da Portuguesa ao longo do primeiro tempo. Aos 15min, Luis Ricardo cruzou a bola na área pela direita para Boquita, que tentou arrumar de cabeça; antes que Edno chegasse, Júlio César antecipou e ficou com a bola. Na resposta, aos 16min, Emerson escapou pela esquerda e bateu forte, parando no goleiro Wéverton.

A equipe rubro-verde teve outra boa chance aos 29min, em disparada de Vandinho que Júlio César defendeu bem. Dois minutos depois, em nova arrancada do time de Jorginho, Rodriguinho recebeu na entrada da área e sofreu a falta do goleiro do Corinthians. Muita reclamação da Portuguesa, que viu o camisa 1 levar apenas um amarelo e a falta ser marcada fora da área. Na cobrança, Edno mandou para fora.

O Corinthians teve nova boa chance aos 35min, e também em bola parada – Emerson chutou forte, mandando à esquerda do gol de Wéverton. No fim da etapa inicial, o atacante corintiano sofreu falta de Marcelo Cordeiro pela direita, mas Renato conseguiu o corte pelo alto e afastou o perigo.

Para o segundo tempo, os dois times trocaram todos os jogadores. E com 22 nomes novos em campo, a primeira chance de perigo foi também da Portuguesa: aos 8min, após escanteio pela esquerda, Gustavo pegou o rebote no susto e, de canela, mandou para fora. O Corinthians tentou responder em lançamento aos 15min, mas Bill cometeu falta sobre Ivan e desperdiçou o lance.

Mais tarde, aos 26min, o Corinthians teve a melhor chance na partida até então: Ramón recebeu de Jorge Henrique na esquerda, escapou da marcação e bateu colocado de pé esquerdo – porém, por cima do gol de Rodrigo Calaça. Depois, aos 28min, Bill cobrou a falta sofrida por Jorge Henrique e mandou sem sustos para o goleiro reserva da Portuguesa.

Porém, quem chegou ao gol foi a Portuguesa. Aos 29min, Wilson Júnior avançou pela direita e cruzou; a bola sobrou na esquerda para Rafael Oliveira, que aproveitou Danilo Fernandes batido e apenas empurrou para as redes. Festa da torcida rubro-verde, que quase teve que se silenciar aos 31min: Vitor Júnior recebeu na esquerda, clareou e mandou forte, na trave.

A partir daí, Vitor Júnior passou a se destacar nas bolas paradas e nos tiros de longe – aos 35min, o chute do ex-jogador do Atlético-GO foi no ângulo, e só não entrou porque Rodrigo Calaça espalmou.

Depois, aos 40min, o mesmo Vitor Júnior tocou na área para Bill, que desperdiçou a chance de empatar e bateu fraco para o gol. Mesmo assim, foi pouco para o time de Tite chegar ao 1 a 1 e dividir o título – o que aconteceria com o empate.

Os dois times voltam a entrar em campo no fim de semana, quando estreiam pelo Campeonato Paulista. No sábado, às 17h (de Brasília), o Corinthians recebe o Mirassol no Estádio do Pacaembu, enquanto a Portuguesa hospeda o Paulista de Jundiaí no mesmo horário, no Estádio do Canindé.

Ficha técnica

CORINTHIANS 0 X 1 PORTUGUESA

Gols
PORTUGUESA: Rafael Oliveira, aos 29min do segundo tempo

CORINTHIANS: Júlio César (Danilo Fernandes), Alessandro (Welder), Paulo André (Chicão), Leandro Cástan (Wallace) e Fábio Santos (Ramón); Ralf (Edenílson), Paulinho (Ramírez) e Danilo (Jorge Henrique); Willian (Vítor Júnior), Emerson (Gilsinho) e Elton (Bill)
Treinador: Tite

PORTUGUESA: Wéverton (Rodrigo Calaça); Luis Ricardo (Ivan), Renato (Gustavo), Leandro Silva (Diego) e Marcelo Cordeiro (Rai); Léo Silva (Bruninho), Boquita (Rogério) e Henrique (Maylson); Edno (Jean Mota); Vandinho (Wilson Júnior) e Rodriguinho (Rafael Oliveira, depois Fabrício)
Treinador: Jorginho

Cartões amarelos
CORINTHIANS: Júlio César, Ramón
PORTUGUESA: Rogério

Árbitro
Marcelo Rogério (SP)

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627