Em Guarabira, governistas erram em manobra e dão mandato de ‘mão beijada’ a adversário

Publicado em sexta-feira, novembro 15, 2013 ·

vereadorOs vereadores da bancada de situação, em Guarabira, acabaram se dando mal ao tentarem manobra para tirar um adversário do caminho na disputa pela Presidência da Câmara de Vereadores após a renúncia de Lucas Porpino (DEM), na última semana. Os parlamentares acabaram dando ‘de mão beijada’ o poder a um opositor.

Logo após Lucas Porpino renunciar, os governistas se apressaram em empossar o parlamentar Saulo de Biu (PPS), no pensamento que o mesmo ficassem inelegível na nova eleição para a mesa diretora tendo em vista que o regimento interno da Casa proíbe a reeleição. A reunião para a posse do novo presidente chegou a ser registrada em ata.

O problema para os aliados a Governo Municipal é que outra clausula do regimento diz que só pode ocorrer eleição para cargos em vacância e, portanto, não haverá mais eleição para presidente, pois o mesmo já foi ocupado por Saulo de forma legítima.

Os governistas chegaram a recorrer a Justiça para que haja nova eleição para a mesa da Câmara, mas o juiz Bruno Cesar Izidro, da 5ª Vara da Comarca de Guarabira, negou à liminar. O magistrado também deu um prazo de dez dias para que Saulo se pronuncie sobre o caso.

Elevado ao cargo maior na gestão do Poder Legislativo, Saulo já lançou edital para eleição da vaga de vice na mesa.

Roberto Targino 

com informações de Rudney Araújo 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627