Em Guarabira: Galinhas geram nova polêmica e divergência política na Assembleia

Publicado em quinta-feira, novembro 28, 2013 ·

DEPUTADO-RANIERYUm aviário que o Governo do Estado implantou para beneficiar famílias carentes da cidade de Guarabira continua a gerar polêmica, nesta quinta-feira (28), na Assembleia Legislativa. Ontem o embate foi travado entre os parlamentares Raniery Paulino (PSD) e Léa Toscano (PSB). Já hoje o assunto voltou a ser discutido entre o petista Anísio Maia e João Gonçalves.

Durante sua fala na tribuna, Anísio Maia chegou a afirmar que as galinhas adquiridas pelo Governo teriam sido superfaturadas e ironizou ao afirmar que as aves seriam “de ouro”.

“Nós acreditamos que é uma espécie de galinhas de ouro. Haja vista, o preço. Segundo o nosso cálculo rápido, como nos foi informado, cada uma custou R$ 64,00. Partindo desse preço, que é extravagante, deduzimos que seja de ouro, de alta linhagem e que pode ser uma nova modalidade que o governo esteja criando na agropecuária paraibana. Diante de projeto significativo, agora a Paraíba vai produzir galinhas de ouro”, ironizou afirmando sem pena o legislador acrescentando que o preço estaria muito distante do preço praticado no mercado.

O governista João Gonçalves, que já foi conhecido no passado como João da Galinha, também meteu o bico no assunto, e teceu seu ponto de vista sobre na polêmica.

“Ele só fala de um programa que ele não sabe nem o que fala. Ele deu uma estimativa, mas deveria saber o que é real. Terça-feira vou trazer a realidade dos cálculos e o tamanho, a importância e a grandeza de um projeto que é a Agricultura Familiar. É incentivar as pessoas a desenvolver criatórios da galinha caipira. Veja Lagoa Seca, que é exemplo na criação de emprego, renda e qualidade de vida. Ele se contradiz quando critica um projeto ao qual o próprio Governo Federal incentiva e aloca investimentos”, esporou o parlamentar ao rebater as acusações do adversário.

Roberto Targino – MaisPB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627