Em clássico dos desfalques, Palmeiras faz três no Santos e amplia tabu

Publicado em segunda-feira, julho 11, 2011 ·

palmeiras1Palmeiras e Santos vieram a campo enfrentando as ausências de importantes jogadores. Isto, porém, pouco importou para a equipe alviverde, que derrotou o rival no Pacaembu por 3 a 0 neste domingo, ampliando tabu no clássico. Já são cinco anos desde a última vitória santista sobre o Palmeiras em partidas do Campeonato Brasileiro. O último triunfo ocorreu em 3 de setembro de 2006, um 5 a 1 na Vila Belmiro.

Os gols da partida foram marcados por Maikon Leite, Maurício Ramos e Patrik, todos no primeiro tempo. Depois do intervalo, o Palmeiras se permitiu jogar com mais calma, trocando passes e administrando sua vantagem.

Nos dois times os técnicos precisaram driblas os desfalques para montar as equipes. Pelo Palmeiras, a grande ausência foi a de Kleber, que segue alegando lesão muscular em meio a boatos sobre uma transferência ao Flamengo. Além do atacante, Thiago Heleno foi ausência pelo terceiro cartão amarelo, Valdivia está na seleção chilena e Lincoln não foi relacionado por opção de Scolari (faria o sétimo jogo, o que impediria uma negociação com outros clubes da Série A).

Já Muricy Ramalho enfrentou mais ausências. Neymar, Paulo Henrique Ganso e Elano estão na disputa da Copa América com a Seleção Brasileira. Já Alex Sandro e Adriano estão lesionados. Jonathan, por sua vez, está afastado enquanto negocia uma possível ida à Inter de Milão.

O jogo também marcou um ano desde que o Palmeiras fez sua última partida no Palestra Itália, que está em obras. A derrota em amistoso para o Boca Juniors ocorreu em 9 de julho, e desde então a equipe alviverde manda suas partidas em Pacaembu e Canindé.

O resultado deixa o Palmeiras na quarta colocação da Série A, com 18 pontos. Já o Santos é o 16º, com oito pontos e dois jogos a menos, ainda sem vencer como mandante.

O jogo

A partida começou truncada, ainda que o Palmeiras tivesse mais posse de bola. Desfigurado, o Santos tinha dificuldades em trocar passes no meio de campo, e via seu trio ofensivo formado por Diogo, Richelly e Borges não conseguir ameaçar a defesa adversária. Em compensação, o time alvinegro usava sua forte marcação para repelir as investidas do Palmeiras.

A marcação do Santos, porém, passou a ruir a partir dos 20min. Patrik tocou para Luan, que deu excelente passe para Maikon Leite. Em frente a Rafael, o atacante driblou o goleiro e abriu o placar contra sua ex-equipe. Em respeito aos santistas, o camisa 7 não comemorou o tento.

Cinco minutos depois, novo gol alviverde. Marcos Assunção cobrou escanteio, Maurício Ramos subiu no primeiro pau e desviou para o fundo das redes. A pressão palmeirense prosseguiu, envolvendo completamente o adversário. As únicas oportunidades do Santos vinham na bola aérea, mas que pouco ameaçava.

O Palmeiras ensaiou o terceiro gol aos 34min, quando Luan aproveitou sobra e acertou a rede pelo lado de fora. Dez minutos depois, porém, a rede foi estufada por Patrik. O meia aproveitou sobra na entrada da área e acertou um lindo chute no ângulo direito de Rafael, obtendo um golaço.

Segundo tempo

O Santos voltou do intervalo mais disposto e com duas mudanças: Rychely e Rodrigo Possebon deram lugar a Felipe Anderson e Roger. No primeiro minuto, Borges passou por Maurício Ramos dentro da área e Marcos saiu bem para impedir a finalização do centroavante. Três minutos depois, Roger alçou bola perigosa e o goleiro palmeirense agarrou.

Repetindo o primeiro tempo, os minutos iniciais da etapa complementar foram de tentativas de troca de passes, mas sem jogadas de perigo. O Santos buscava tentar criar lances de efeito no meio de campo, como aos 13min, quando Diogo deu dois “chapéus” na marcação palmeirense, mas nada surgiu deste lance.

Sem conseguir criar boas chances, Muricy fez sua última substituição lançando Tiago Alves no lugar de Diogo. Em seu primeiro lance, o jovem atacante do Santos caiu bem pela direita e finalizou com perigo à esquerda do gol de Marcos. Já o Palmeiras criava perigo na bola parada de Marcos Assunção.

Com a vitória garantida, o time alviverde passou a trocar passes no meio de campo, enquanto Scolari fez substituições. Tinga, João Vitor e Pierre vieram a campo no lugar de Maikon Leite, Cicinho e Patrik, três atletas que tiveram ótima atuação. Tinga ainda tentou o quarto gol aos 44min, mas Rafael defendeu a finalização.

Palmeiras 3 x 0 Santos

Gols

Palmeiras:
Maikon Leite, aos 21min, Mauricio Ramos, aos 29min, e Patrik, aos 45min do primeiro tempo

Palmeiras: Marcos; Cicinho (João Vitor), Mauricio Ramos, Leandro Amaro e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (Pierre) e Luan; Maikon Leite (Tinga) e Dinei. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Santos: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Rodrigo Possebon (Felipe Anderson), Arouca e Danilo; Diogo (Tiago Alves), Borges e Rychely (Roger). Técnico: Muricy Ramalho

Cartões amarelos
Palmeiras: João Vitor
Santos: Léo e Pará

Árbitro
Luiz Flávio de Oliveira (SP)

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627