Eleições presidenciais argentinas acontecem domingo (23)

Publicado em sexta-feira, outubro 21, 2011 ·


80875_W220Q60I2SASRFHFVRLRRCLCTCRCBEntre 8h e 18h deste domingo (23), os 28,8 milhões de argentinos e argentinas habilitados a votar irão às urnas para escolher os/as futuros/as representantes do país. Caso o resultado das pesquisas eleitorais se confirmem, Cristina Fernández Kirchner poderá ser reeleita já no primeiro turno.


Se nas eleições primárias realizadas no mês de agosto, a atual presidenta do país alcançou 50,24% dos votos; as pesquisas eleitorais divulgadas até o último domingo (15) apontavam favoritismo ainda maior para Kirchner. Na maioria das enquetes, a diferença entre o primeiro e o segundo colocado superava 30 pontos percentuais.


Disputam a presidência da Argentina: Cristina Kirchner, da Frente para a Vitória; Eduardo Duhalde, da União Popular; Alberto Rodríguez, da Frente Compromisso Federal; Ricardo Alfonsín, da União Cívica Radical; Elisa Carrió, da Coalizão Cívica; Hermes Binner, da Frente Ampla Progressista; e Jorge Altamira, da Frente Esquerda e dos Trabalhadores.


Além de presidente e vice-presidente, os argentinos elegerão no domingo 130 deputados nacionais. Os cidadãos das províncias de Buenos Aires, Formosa, Jujuy, La Rioja, Misiones, San Juan, San Luis e Santa Cruz ainda escolherão 24 senadores nacionais. Formosa, Jujuy, Mendoza, Buenos Aires, San Luis, San Juan, Entre Ríos, La Pampa e Santa Cruz também decidirão quem serão seus futuros governadores, intendentes e legisladores.


Os candidatos têm até as 8h de amanhã (21) – quando faltarão 48 horas para o início da votação – para finalizar as campanhas eleitorais. Quatro dos setes postulantes à presidência da república já encerram hoje suas campanhas.


Ainda fazem ações nesta quinta-feira: Hermes Binner, Ricardo Alfonsín, Elisa Carrió e Eduardo Duhalde. Jorge Altamira encerrou sua campanha já na terça-feira. Cristina Kirchner, por sua vez, finalizou a campanha por votos na noite de ontem (19).


No último discurso antes das eleições, Kirchner afirmou que trabalhará por uma unidade no país com o objetivo de superar as diferenças e reafirmou a vontade de realizar políticas que auxiliem o desenvolvimento e o crescimento da população argentina.


Para mais informações, acesse: http://www.argentinaelecciones.com/











Karol Assunção
Do Adital
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627