Eduardo caiu na rede? Marina compara Campos a Dilma e Aécio

Publicado em quinta-feira, outubro 10, 2013 ·

marina silvaJá teve de tudo desde que Marina Silva decidiu se filiar ao PSB. De cara, intensa comemoração dos aliados do governador Eduardo Campos, pelo evidente fortalecimento de seu projeto de disputar a Presidência da República. Na esteira, alguns organizadores do Rede Sustentabilidade seguiram Marina e ingressaram no partido de Campos…

… Mas, a euforia durou pouco. Vários militantes verdes como Alfredo Sirkis e Walter Feldman anunciaram decepção com sua decisão e rejeitaram ingresso no PSB. Então, de repente, a própria Marina põe mais gasolina na floresta da aliança ao afirmar ao jornal O Estadão, que não diferenças entre Dilma, Aécio Neves e (pasmem) Eduardo Campos.

Ela afirmou pra deixar dúvidas: “Qual a diferença se for Aécio Neves, Eduardo Campos ou a Dilma? Tem diferença em relação ao modelo de desenvolvimento? Me parece que até agora todos estão no mesmo diapasão.” Foi, sem dúvida, um incêndio devastador na relação que prometia projetar uma aliança importante para as eleições do próximo ano.

Mas, a exposição das contradições não ficou apenas na reação dos aliados e da própria Marina. Conforme apurou O Estadão, parlamentares do PSB votaram a favor do chamado Código Florestal, que era a condição indispensável para interessados ingressarem no Rede Sustentabilidade, partido cuja criação foi vetada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Eis o que traz O Estadão: “As regras de filiação da Rede vetavam o ingresso no partido de quem votou a favor do novo Código Florestal, aprovado pelo Congresso em 2012. Encabeçada por ruralistas, a proposta encontrou forte rejeição nos movimentos sociais e ambientalistas, entre eles Marina Silva, que se engajou na campanha pela rejeição da medida.”

E ainda: “Na primeira votação da matéria na Câmara, em março de 2011, 27 dos 30 deputados federais do PSB foram favoráveis ao projeto do deputado Aldo Rebelo (PC do B-AL). Apenas o PV, partido de Marina na época, o PSOL votaram integralmente contra o texto –no PT, 37 dos 43 deputados foram contrários.”

A seguir nessa batida, há o risco de que essa aliança de Marina com Eduardo Campos tenha pouca sustentabilidade até o veredicto das urnas, e caia na própria rede que armou.

 

heldermoura

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627