Disputa pelo Senado pode retardar composição PT-PMDB no Estado

Publicado em quinta-feira, março 27, 2014 ·

luiz coutoO deputado Luiz Couto, do PT da Paraíba, vai aproveitar a Convenção do seu partido no estado, marcada para o próximo dia 12 de abril, para lançar a candidatura do vice-prefeito de Patos, Lenildo Morais, ao Senado Federal, na coligação com o PMDB.

O nome, de grande respaldo nacional, tendo em vista o histórico da militância de Lenildo, tanto na Paraíba, quanto em Rondônia e no Distrito Federal, pode conquistar apoios importantes entre os militantes petista paraibanos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Deve enfrentar a indicação do chamado Campo Majoritário do PT, na Paraíba, que tende a promover a indicação da atual coordenadora do Procon de João Pessoa, a advogada e jornalista Nadja Palitot, atualmente filiada ao PT, para o mesmo cargo, segundo pensa Couto.
Conforme antecipa o parlamentar federal, a indicação que sua (de Couto) tendência (Mensagem ao Partido) pretende fazer deve enfrentar dificuldades com o Campo Majoritário, do prefeito pessoense Luciano Cartaxo, e a decisão deve ficar para a convenção nacional.

A confusão é tudo quanto o PMDB paraibano não deseja. E, segundo já revelei aqui mesmo no botelhonoticias.blogspot.com.br, também não é o desejo de muitos dos membros direção nacional do PT, que pensam em maior rapidez na construção do palanque de Dilma na Paraíba.
Em terceiro lugar na pesquisa Consult, e precisando administrar da melhor forma possível a tendência de montar o palanque mais robusto das eleições na Paraíba, o ex-prefeito Veneziano Vital do Rego, do PMDB, deve estar angustiado.

Angustiado porque, após fechar com o seu principal parceiro no pleito de outubro, o PT, Veneziano tem de correr para conquistar os apoios do PP, do PTB e do PCdoB, principalmente, partidos da base de Dilma Rousseff. E se não correr, pode perdê-los.

A decisão da ala capitaneada por Luiz Couto em entrar na disputa pela vaga de Senado na composição com o PMDB está lançando ainda mais chamas na fogueira onde arde a composição entre os dois partidos.
Segundo um líder peemedebista paraibano, essa disputa interna do PT pode “prejudicar irremediavelmente” a formação do palanque de Dilma na Paraíba, e a situação deve ser discutida na próxima semana, em Brasília.

Assim sendo, a cúpula nacional do PT deve ser acionada buscando “uma solução urgente, sob pena de prejudicar a candidatura PMDB-PT e a própria campanha de Dilma no estado”, disse-me o peemedebista.
É mais barulho para a aliança entre PT e PMDB na Paraíba.

Botelho Notícias

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627