Diretor diz que superlotação do Trauma é provocada por pacientes vindos de outras unidades de saúde

Publicado em sábado, dezembro 15, 2012 ·

Dados divulgados pela Direção do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena apontam que quase metade dos pacientes transferidos de outras unidades vem na rede municipal de João Pessoa, o que, na visão da diretoria, provoca a superlotação e dificulta os serviços de atendimento à população.

Segundo dados de atendimento do Trauma, entre março e novembro deste ano, 48,61% dos pacientes atendidos foram de unidades de saúde de responsabilidade da Prefeitura de João pessoa. Nesse período, das 1.379 transferências para o Trauma, 669 (48,61%) foram provenientes da rede municipal. Na sequência, aparecem as transferências de instituições estaduais (588), privadas (46) e federais (37).

A instituição que lidera o ranking da origem dos pacientes é o Hospital de Trauma Tarcisio Burity, o Ortotrauma de Mangabeira, de responsabilidade da Prefeitura da Capital, que encaminhou 287 pacientes para o Trauma, 20,84% do total de transferências.

Pra coisa piorar, o diretor Técnico do Trauma, Edvan Benevides, existe uma culpada por tudo isso: a secretária de Saúde de João Pessoa, Roseana Meira. Segundo ele, Roseana determinou que apenas pacientes residentes em João Pessoa sejam atendidos na rede. “Isso acaba dificultando a agilidade de atendimento no Hospital, que tem recebido pacientes que estão fora do perfil de atendimento do Trauma”, critica Edvan.

 O diretor diz ainda que o aumento no número de transferidos para o Trauma aumentou mais de 30% em comparação com o ano passado. “Só para comparação, encaminhamos 50 pacientes para outros hospitais em novembro deste ano, enquanto recebemos 476 pacientes. Este número vem crescendo ao longo do ano, mas se agravou nos últimos dois meses”, concluiu.

Luis Torres

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627