Dilma Rousseff anunciou na terça (12) o plano de safra da agricultura familiar para 2011 e 2012.

Publicado em quarta-feira, julho 13, 2011 ·

201106120316360000001444O governo oferecerá aos pequenos agricultores linhas de crédito de até R$ 16 bilhões. Cifra idêntica à da safra anterior.

Nem tudo foi, porém, utilizado. Sobraram na rede bancária cerca de R$ 5 bilhões. Para evitar novas sobras, o governo vai simplificar o processo.

Serão reduzidas, de resto, as taxas de juros. Antes, variavam de 1% a 4%, dependendo da finalidade do empréstimo. Agora, não passarão de 2%.

Pela primeira vez, o anúncio da safra ocorreu longe de Brasília. Escolheu-se a cidade paranaense de Francisco Beltrão.

Trata-se de um reduto eleitoral da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), chefe da Casa Civil. A ministra integrou a comitiva de Dilma.

Convidado, o governado do Paraná, Beto Richa (PSDB), também deu as caras. Em discurso, disse que, nessas horas, divergências políticas devem ser esquecidas.

A platéia foi estimada em 8 mil pessoas. Na sua vez de discursar, Dilma realçou a importância dos agricultures familiares.

Acha que, com a produção de alimentos das pequenas propeidades, é possível “acabar com a miséria extrema no nosso país”.

Em entrevista, sem mencionar os malfeitos dos Transportes, Dilma disse que fica “triste” com as coisas que acontecem no governo.

Os sentimentos da platéia são outros: raiva e desencanto.





Josias de Souza

Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627