Dia da Mulher: como saber se sua menina está virando mulherzinha?

Publicado em sábado, Março 8, 2014 ·

Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Respostas na ponta da língua, vícios nas mídias sociais, papo de adulto… Criar uma pré-adolescente não é uma das tarefas mais fáceis. É aquela fase da menina em que ela não é nem criança, nem adulta. E como fazer as filhas entenderem isso?

Priscilla Oliveira é mãe de Isabella, 12 anos. Para a dona de casa, o mais difícil da pré-adolescência é a fase rebelde dos filhos, principalmente as respostas mal criadas quando é negado um pedido.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

— Ela se acha a dona do mundo. Não entende que não pode sair sozinha, não gosta de ouvir não. Por isso, acaba me achando chata.

A menina teve um namorico com um vizinho por dois meses. No começo, a mãe foi contra, mas depois de Isa insistir, ela acabou aprovando.

— Ele mora em frente à minha casa. Era namoro de criança.

E é por insistir muito que ela acaba conseguindo o que quer. Como colocar piercing, por exemplo.

— No Natal, era o que ela mais queria. Deixei furar o nariz.

Isa é bem vaidosa, quer ser modelo quando crescer. Já quis pintar o cabelo e faz as unhas com frequência. Os cuidados com as mãos, Priscila aprova, mas colocar química nas madeixas ainda não.

— As unhas ela já faz há muito tempo e eu até acho bom. No cabelo, o máximo que eu a deixei fazer foi uma mecha roxa, que eu mesma fiz. Sai conforme vai lavando.

Mudança de médico

Aos 12 anos, Isa está na fase de transição de médico. Vai deixar de ir ao pediatra para conhecer o ginecologista. Mas isso não é um problema para a mãe, mesmo quando a filha fica tímida.

— Vou marcar o ginecologista com ela. Vamos conhecer mais sobre a vacina de HPV e já converso com ela sobre relações íntimas.

 

R7

Comentários

Tags : , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627