Dez receitas para aproveitar o poder do inhame

Publicado em quarta-feira, Abril 27, 2011 ·

inhameAquele café da manhã que faz lembrar a casa de campo é o mais gostoso. E, se na cidade as pessoas não têm o ar puro e o aconchego do interior, é possível pelo menos reproduzir alguma coisa do sabor da roça ao sentar-se à mesa. Já que nem todo mundo pode se jogar nas calorias das geléias ou da broa de milho do sítio sem culpas, um simples inhame cozido, quentinho e com um pouco de manteiga, acompanhando o café, pode fazer o mesmo efeito. E o que é melhor: ele tem alto poder nutritivo e depurativo no organismo.

Quem não tem habilidade na cozinha pode achar trabalhoso descascar esse tubérculo modesto e caipira, mas riquíssimo para nossa saúde. Uma dica é cozinhá-lo com a casca (até ficar macio), e retirá-la depois, ainda quente – fica muito mais fácil e vale a pena. De acordo com a jornalista e especialista em nutrição Sônia Hirsch, o inhame é um dos alimentos medicinais mais eficientes que se conhece. “Faz muitas impurezas saírem do sangue, através da pele, dos rins e dos intestinos”, explica ela, autora, entre vários outros, de um pequeno livro intitulado Inhame, inhame (Ed. Corre Cotia).

Segundo ela, os médicos orientais recomendam comer inhame para fortificar os gânglios linfáticos, que são os “postos avançados” de defesa do nosso sistema imunológico. “O inhame também é rico em zinco, o que aumenta a proteção”, destaca Sônia. Para as mulheres, ela assinala um benefício especial: o inhame aumenta a fertilidade, devido à presença de hormônios vegetais, os fitoestrógenos, também importantes para prevenir os sintomas desagradáveis da fase da menopausa.

Confira algumas das principais maneiras de aproveitar o poder do inhame com receitas apresentadas por Sônia Hirsch.

Salada de inhame
Rale e tempere o inhame cru com sal marinho e limão, ou com molho de soja. É muito forte. Segundo conta a jornalista, um leproso que se escondeu no mato e só tinha inhame cru para comer ficou inteiramente curado depois de alguns meses (Obs.: se o inhame contiver micro cristais em sua polpa e pinicar na sua boca, não deve ser ingerido cru).

Vitamina com inhame
Ponha no liquidificador um inhame, uma cenoura, alguns ramos de salsa (ou outra folhinha verde, como coentro ou hortelã) e o suco de duas laranjas, com mais água se desejar. Tudo cru. Dá para dois copos.

Cozido no vapor
Ponha alguns inhames com casca e tudo na parte superior da cuscuzeira, ou numa peneira sobre uma panela com água fervendo, e tampe. Depois de meia hora espete com o garfo para ver se estão macios. Nessa altura a casca solta com muita facilidade, basta puxar que sai inteirinha. É aí que o inhame tem o sabor mais simples e gostoso.

Pastinhas de inhame
São ótimas para passar no pão e substituem muito bem as pastas de queijo nas festas. A base é um purê de inhames cozidos e amassados, ao qual se acrescentam azeite ou manteiga, folhas verdes picadinhas (salsinha, manjericão, coentro, cebolinha) ou orégano; uma beterraba cozida e batida no liquidificador (com inhame) e um tantinho de água. Vai produzir uma pasta rosada. Outra opção é inhame batido com azeite, alho e água. Faz uma delícia de molho, tipo maionese.

Inhame sauté
Depois de cozidos e descascados, corte os inhames em rodelas ou pedaços; esquente manteiga ou azeite em uma frigideira; ponha os inhames, e sobre eles bastante folhas verdes picadinhas. Acrescente umas pitadinhas de sal marinho; mexa rapidamente, baixe o fogo e deixe grudar um pouquinho no fundo, para ficar crocante.

Inhame frito
Faça exatamente como faz com batata frita: corte em rodelas finas ou palitos, frite em óleo bem quente, deixando escorrer sobre um papel que absorva a gordura.

Pizza de frigideira
Rale inhames crus, misture com farinha de arroz ou de milho, tempere a gosto; achate a massa em uma frigideira antiaderente. Deixe assar dez minutos de um lado, dez do outro. Com alguma prática, dá para fazer isso em uma chapa bem quente, levemente untada. O ponto da massa não deve ser nem seco, nem aguado.

Nhoque que inhame
Faça exatamente como faz o nhoque de batata: cozinhe os inhames, descasque, amasse com farinha de trigo e uma pitada de sal marinho, até a massa ficar com a consistência do lóbulo da orelha. Enrole em cordões, corte, ponha para cozinhar de pouco em pouco em uma panela com água fervendo. Quando os nhoques subirem, eles estarão cozidos. Se puder, substitua parte da farinha de trigo comum por integral. O molho fica ao gosto do freguês.

Engrossando o caldo
Cozinhe um ou dois inhames junto com o feijão, que eles desmancham e o caldo fica bem grosso.

Compressa de inhame
Entre seus benefícios, o inhame reduz inchaço e dor provocados por fraturas e queimaduras, ajuda a abaixar febre, desinflama cicatrizes e elimina sangue pisado de contusões. Para preparar, descasque e rale na parte mais fina do ralador uma quantidade de inhame suficiente para cobrir a área afetada. Rale também gengibre com casca (dez por cento do volume do inhame). Misture tudo com qualquer farinha, só para dar liga. A pasta deve ficar bem molhada.

Aplique sobre a região e cubra com gaze ou outro paninho fino, nunca com plástico ou material sintético. Em algumas horas a compressa seca. Então, retire com água morna e troque por uma nova. Se sentir o inhame pinicar na pele, passe nela azeite ou óleo antes de aplicar o emplastro.

Custom Editora
Especial para o Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627