Desemprego entre jovens cai, mas fica estável entre as mulheres

Publicado em quinta-feira, setembro 29, 2011 ·

empregoNa semana passada, o IBGE divulgou que a taxa de desemprego havia ficado estável entre julho e agosto (6%), segundo pesquisa feita pela instituição em seis capitais brasileiras. Olhando a tabela detalhada, a que o blog teve acesso hoje, nota-se que também não mudou a taxa de desocupação entre as mulheres (7,6%), entre a população branca (5,1%) e preta ou parda (7,1%).

No entanto, de um mês para o outro, o desemprego caiu entre os homens (de 4,7% para 4,6%, o menor resultado do ano) e os jovens de 18 a 24 anos de idade (de 13,9% para 13,6%, a segunda queda consecutiva).

Ou seja, enquanto o desemprego médio bate recorde de baixa – a taxa de agosto é a menor em nove anos, a desocupação entre os jovens continua nos dois dígitos. O mercado de trabalho brasileiro costuma discriminá-los por não terem experiência ou formação adequada, mesmo num momento em que muitos empresários se queixam de falta de mão-de-obra.

Os dados por anos de escolaridade mostram ainda que aumentou a desocupação entre os que têm de um a três anos de estudo (de 3,8% para 4,4%) e de quatro a sete anos (5,4% para 5,5%), mas ficou estável entre os que estudaram de oito a dez anos (8,1%).

Segundo o IBGE, o desemprego caiu um pouco nos dois extremos: entre os brasileiros com 11 ou mais anos de estudo (de 5,8% para 5,7%) e entre os que não têm instrução e com menos de um ano de estudo (4,2% para 3,7%).

O Globo

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627