Deputados federais da PB gastam R$ 130,4 mil com o cotão em novembro; veja quem mais gastou

Publicado em terça-feira, dezembro 6, 2011 ·

130207218Os deputados federais da Paraíba gastaram R$ 130.470 mil no mês de novembro somente com a verba indenizatória. O item que mais fez os parlamentares paraibanos serem reembolsados foi a divulgação da atividade parlamentar. Somente com publicidade eles gastaram R$ 50.450 mil, de acordo com dados retirados do site da Câmara Federal.

Damião Feliciano (PDT) foi o parlamentar que mais de utilizou do chamado cotão usando o montante de R$ 30 mil. O pedetista usou R$ 4,1 mil para combustíveis e lubrificantes; R$ 10,8 mil para divulgação da atividade parlamentar; R$ 517 para emissão de bilhete aéreo; R$ 4,6 mil para locação de veículos automotores ou fretamento de embarcações; R$ 5,1 mil para manutenção de escritório de apoio à atividade parlamentar; R$ 2,9 mil com serviços postais; e, R$ 1,9 mil com telefonia.

O segundo no ranking dos mais “gastões” da bancada federal paraibana e o deputado Benjamim Maranhão (PMDB) com gastos no valor de R$ 23.947. Para combustíveis e lubrificantes o peemedebista voltou R$ 225; para divulgação da atividade parlamentar R$ 22 mil; para emissão de bilhete aéreo R$ 201; para fornecimento de alimentação do parlamentar R$ 204; para serviços postais R$ 346; e, para telefonia R$ 971.

A terceira colocação na lista dos que mais usaram o cotão neste mês ficou com o também peemedebista Hugo Motta que se utilizou do montante de R$ 19.544 mil. As despesas de Hugo foram com combustíveis e lubrificantes R$ 4,4 mil; consultorias, pesquisas e trabalhos técnicos R$ 10 mil; divulgação da atividade parlamentar R$ 2 mil; emissão bilhete aéreo R$ 1 mil; locação de veículos automotores ou fretamento de embarcações R$ 8; manutenção de escritório de apoio à atividade parlamentar R$ 150; serviços postais R$ 200; e, telefonia R$ 1,6 mil.

Na quarta colocação ficou Nilda Gondim (PMDB). Ao todo a parlamentar gastou R$ 17.157 mil. Com combustíveis e lubrificantes ela gastou R$ 2,4 mil; com divulgação da atividade parlamentar R$ 7,2 mil; com fornecimento de alimentação do parlamentar R$ 506; com locação de veículos automotores ou fretamento de embarcações R$ 5 mil; com serviços postais R$ 1,1 mil; e, com telefonia R$ 767.

O restante do montante ficou dividido da seguinte forma: Efraim Filho (R$ 10.063), Ruy Carneiro (R$ 7.255), Wilson Filho (R$ 7.089), Romero Rodrigues (R$ 5.192), Luiz Couto (R$ 5.190), Aguinaldo Ribeiro (R$ 3.013), Wellington Roberto (R$ 1.295) e Manoel Junior (R$ 635).

A cota para exercício da atividade parlamentar é uma verba destinada pela Câmara e Senado para reembolsar os deputados por gastos decorrentes de seu trabalho. Inclui 12 categorias de gastos, de telefonia e alimentação a aluguel de carros e divulgação.

Nice Almeida

PolíticaPB

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627