Deputado Federal da Paraíba quer proibir propaganda de bebidas alcoólicas nas emissoras de rádio e na Televisão

Publicado em terça-feira, setembro 25, 2012 ·

Na Câmara dos Deputados, Wilson Filho (PMDB/PB) é membro Titular da Comissão Especial para tratar do Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas e tem promovido políticas públicas para o enfrentamento das Drogas.

O parlamentar apresentou o projeto de Lei 2418/2011 que proíbe a exibição de conteúdo sugestivo ao uso de produtos derivados de álcool e tabaco na programação das emissoras de rádio e televisão.

Hoje, a mídia tem papel fundamental no comportamento da sociedade e os adolescentes são movidos pela curiosidade natural dessa fase e são influenciados pela publicidade que são veiculadas nas mídias.

As propagandas de cigarro foram proibidas enquanto que as de álcool, apesar de uma restrição quanto ao horário de veiculação do anúncio, continuam estimulando os jovens ao consumo destas drogas lícitas.

O perigo é que o excesso pode ocasionar vícios graves que comprometem a saúde do usuário.

O PL 2418/2011 defende a adoção de uma legislação que proíba cenas que incentivam o uso de derivados de tabaco ou de bebidas alcoólicas.

Se aprovada a proposta, a emissora que descumprir a Lei será penalizada com multa de 100 mil reais por dia, caso haja reincidência, o valor é dobrado. Os recursos da multa serão revertidos para o Fundo de Prevenção, Recuperação e de Combate ao Abuso de Drogas.

Na programação apresentada pelas emissoras, frequentemente os telespectadores são estimulados por cena com artistas famosos, que aparecem em filmes, novelas e em outros programas consumindo cigarros e bebidas. As emissoras de rádio também influenciam os ouvintes com divulgação de propagandas de empresas de bebidas.

De acordo com o deputado Wilson Filho, “a proposta é importante para proteger principalmente os jovens da influência da mídia no consumo de drogas lícitas, a publicidade desses produtos associa beber com diversão, charme, aventura, sucesso profissional e aceitação social”.

“A legislação precisa ser rígida na veiculação de conteúdo que faça alusão ao álcool e ao cigarro, pois essa medida é necessária para a proteção dos jovens brasileiros”, finaliza o parlamentar.

MaisPB

com assessoria

Comentários

Tags : , , , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco







Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br