Denúncia: Parlamentar acusa o Treze de ‘comprar’ árbitro da partida contra o Botafogo

Publicado em terça-feira, Maio 10, 2011 ·

parlamentarO vereador de João Pessoa Zezinho Botafogo (PSB) se mostrou indignado com a polêmica atuação do trio de arbitragem na partida entre o Treze e o Botafogo, realizada no domingo (08) em Campina Grande. Durante seu desabafo após o jogo, Zezinho (que já foi vice-presidente do clube pessoense) fez uma grave denúncia: árbitros da Paraíba estariam sendo comprados para manipular resultados.

A forte declaração surgiu logo após o Treze conseguir surpreendentemente reverter a goleada sofrida contra o Botafogo na última quinta-feira (4 X 0), vencendo pelo mesmo placar, o que garantiu sua classificação com o número exato de gols que precisava.

Dentre os diversos lances polêmicos, a não marcação de dois pênaltis “claros” deixou o parlamentar e os milhares de botafoguenses na Paraíba revoltados.

“A gente até pensou que isso podia acontecer, mas o que aconteceu hoje com o Botafogo é inadmissível. Foi um escândalo montado pela diretoria do Treze!”, bradou Zezinho.

Na sequência de suas declarações, o parlamentar afirmou que o presidente do time de Campina Grande “cantou” o resultado da partida, garantindo que a classificação já estava selada.

“Ele disse a mim ‘eu me classifico hoje’. Ele cantou isso antes do jogo”, destacou.

Claramente revoltado, Zezinho foi mais além em suas denúncias. Segundo ele, existem várias fitas comprovando a corrupção que impera na arbitragem paraibana.

“É uma vergonha! Muita gente está sendo comprada!”, disparou o vereador, que lançou o desafio: “Quebre o sigilo telefônico deles pra você ver uma coisa. Hoje torcedor não se preocupa com escalação do time, se preocupa com escalação da arbitragem”.

A diretoria do Botafogo garantiu que ainda esta semana vai ingressar na Justiça pedindo a anulação da partida. Caso logre êxito, o Treze perderá os pontos conquistados no jogo, situação que garante o alvinegro da estrela vermelha na final da segunda fase.

Repercussão

Não só Zezinho do Botafogo se indignou com a questionável atuação do trio de arbitragem do clássico, composta por Jefferson Rafael (juiz), Luis Felipe e Oberto Santos (bandeirinhas). Membros da imprensa paraibana repercutiram a polêmica partida (que foi encerrada entre ‘socos e pontapés’ dos jogadores) e mostraram sua revolta.

Um desses comunicadores “indignados” foi o apresentador esportivo do “Tambaú Esporte”, Adenilson Maia, conhecido como “Professor União”.

Luis Alberto Guedes
Do PB Agora
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627