Damião decreta empate com Peñarol e aproxima Inter das quartas

Publicado em sexta-feira, Abril 29, 2011 ·

damiãoO atacante Leandro Damião mais uma vez retirou o Internacional de uma difícil situação nesta temporada. Com um gol do eficiente centroavante durante a segunda etapa, o clube gaúcho conquistou, nesta noite de quinta-feira, um precioso empate por 1 a 1 contra o Peñarol, em pleno Estádio Centenário, em Montevidéu, e deixou o país vizinho mais próximo de uma vaga às quartas de final da Copa Libertadores da América.

A igualdade obtida no Uruguai permite ao Internacional se classificar à próxima etapa da competição sul-americana com um simples empate sem gols. Diante de um dos adversários mais tradicionais do continente, o clube colorado apresentou um comportamento maduro e conseguiu evitar a tradicional pressão do Estádio Centenário.

Dois dias depois de o arquirrival Grêmio perder por 2 a 1 para o Universidad Católica, no Olímpico, e se complicar na fase oitavas de final, o Inter entrou em campo sem adotar a tradicional retranca adotada pelas equipes quando atuam contra o Peñarol em Montevidéu.

Com maior controle da posse de bola e um eficiente trabalho defensivo, especialmente na segunda etapa, o time colorado ditou o ritmo de jogo, mas falhou no momento de criar a oportunidade ofensiva. Depois de sofrer o gol em uma jogada individual de Martinuccio, concluída por Corujo, a agremiação brasileira cresceu e dominou a segunda etapa.

Contudo, repetiu os mesmos problemas ofensivos e chegou ao gol justamente em uma jogada esporádica, de contra-ataque. Oscar puxou a jogada rapidamente e tocou para Leandro Damião. O centroavante arriscou de logne e definiu o resultado no Estádio Centenário.

As duas equipes decidirão a classificação à próxima fase na quarta-feira, dia 4 de maio, às 19h30 (de Brasília), no Estádio Beira-Rio. Antes de encarar os uruguaios, o Inter de Falcão ainda terá pela frente o clássico contra o Grêmio, marcado para este domingo, às 16h, novamente no campo do time vermelho, e válido pela final do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

O jogo

Enfrentando o classificado com a pior defesa e o pior ataque desta fase oitavas de final da Copa Libertadores, o Internacional adotou uma postura ousada no início do confronto no Estádio Centenário. Sem se intimidar com todo o ambiente favorável ao Peñarol, a equipe comandada por Falcão buscou o ataque e rivalizou nos primeiros minutos com os uruguaios para manter a posse de bola.

A contrapartida em ter uma equipe bem ofensiva está no campo defensivo, mais exposto por conta disso. Assim, o Peñarol, apostando na velocidade de Martinuccio, criou a primeira boa oportunidade aos 17min e exigiu duas grandes defesas de Renan, que acabou obrigado a “se virar” para defender a cabeçada de Guilermo Rodríguez e o rebote.

O bom e disputado início de confronto não foi mantido pelas duas equipes no decorrer da primeira etapa. Entretanto, o Inter, mesmo atuando fora de casa, obteve o controle da posse de bola e minou qualquer tentativa de pressão por parte do Peñarol. A equipe de Falcão falhava apenas na troca dos passes à frente da área, o que impedia o clube brasileiro de ameaçar a meta uruguaia.

No momento em que dominava o encontro, o Inter, contudo, saiu atrás do marcador. Aos 36min, Martinuccio desceu pela ponta esquerda, se livrou com categoria da marcação de Nei e tocou para Corujo finalizar. Mesmo caído, o jogador do Peñarol conseguiu colocar a bola no contrapé de Renan e abrir o placar no Estádio Centenário.

O castigo no final da primeira etapa despertou o clube colorado na etapa complementar. Precisando alterar o abatimento final da equipe, Falcão tirou Rafael Sóbis e aumentou a criatividade do time ao colocar o jovem Oscar. E, rapidamente, o atleta campeão do Sul-Americano Sub-20 pela Seleção Brasileira correspondeu às expectativas do chefe.

Mais criativo e ameaçado o gol de Sosa, o Inter chegou ao empate aos 19min. Em rápido contra-ataque, Oscar recebeu a bola no meio-campo e encontrou Leandro Damião bem posicionado na intermediária. O centroavante carregou, arriscou de longe e contou com um desvio da defesa antes de comemorar a igualdade conquistada no Uruguai.

A partir do gol, o Internacional passou a dominar completamente a partida no Uruguai. Em contrapartida, o Peñarol mostrou sentir a perda da vantagem e pouco ameaçou o gol defendido por Renan, que sequer trabalhou durante a segunda etapa.

Apesar da vantagem técnica e psicológica durante a parte final do confronto, o Inter fracassou no momento de buscar a vitória. Acumulando erros de passes no setor ofensivo, o time comandado por Falcão deixou Montevidéu com o empate, que poderá ser precioso na briga pela classificação às quartas de final da Libertadores.

FICHA TÉCNICA

Peñarol 1 x 1 Internacional

Gols

Peñarol: Corujo, aos 36min do primeiro tempo
Internacional: Leandro Damião, aos 19min do segundo tempo

Peñarol
Sosa; Alejandro González, Carlos Valdez, Guillermo Rodríguez e Darío Rodríguez; Luis Aguiar, Nicolás Freitas, Matías Corujo e Matías Mier (Fabian Estoyanoff); Antonio Pacheco (Diego Alonso) e Alejandro Martinuccio. Técnico: Diego Aguirre

Internacional
Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Andrezinho (Tinga) e D’Alessandro; Rafael Sobis (Oscar) e Leandro Damião. Técnico: Paulo Roberto Falcão

Cartões Amarelos
Peñarol: Valdéz, Martinuccio, Freitas e Dario Rodríguez
Internacional: Tinga

Árbitro
Carlos Torres (Paraguai)

Local
Estádio Centenário, em Montevidéu (Uruguai)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627