Criciúma vence o Coritiba no Couto Pereira e reage na tabela do Brasileiro

Publicado em domingo, novembro 17, 2013 ·

coritibaFoi um confronto direto. Coritiba e Criciúma mediram forças para saber quem está menos disposto a encarar os apuros da zona de rebaixamento nas últimas rodadas do Brasileiro. E pouco mais de 5.500 pessoas (renda de R$ 73.598,00) viram o Tigre surpreender e dar o bote fora de seus domínios: o time catarinense mostrou mais vontade em pleno Couto Pereira e venceu os anfitriões por 2 a 1. Wellington Paulista abriu o placar para os visitantes. Um minuto depois do empate de Junior Urso, do Coritiba, Lins deu a resposta que o time queria sair com a vitória. Já o Coritiba não teve nem o brilho sequer do seu capitão Alex, que saiu de campo substituído no fim da partida.

Com dois resultados, Coritiba e Criciúma trocaram de lugar dentro da tabela do Brasileirão. A equipe catarinense ganhou as duas últimas partidas e, na 13ª posição, respira um pouco mais aliviado do perigo da zona de rebaixamento. Derrotado em dois jogos, o Alviverde caiu ainda mais na tabela, está na 15ª posição e vê sua situação cada vez mais complicada. Portuguesa, Bahia e Fluminense jogam no domingo e podem ultrapassá-lo.

O Coritiba voltará a campo contra o Internacional, no próximo domingo, na casa do adversário. O Criciúma, no sábado, receberá o Vitória.

Criciúma aguarda o Coxa e marca na hora certa

Em casa e precisando dos pontos, o Coritiba foi a campo com Alex como atacante ao lado de Deivid. Mas desde o início do jogo as únicas chances do Alviverde se davam quando o camisa 10 fazia suas assistências. Em uma delas, a bola foi na cabeça do zagueiro Leandro Almeida, que quase abriu o placar. No entanto, a participação do camisa 10 do Coxa se resumiu ao começo do jogo.

A equipe catarinense apostou em marcar e se aproveitar dos contra-ataques e, apesar do maior volume do Alviverde, chegava com muito perigo. Em uma das descidas, o time ganhou o escanteio cobrado por Ricardinho. Welington Paulista apareceu para marcar de cabeça, aos 28 minutos.

Veloz, o time dos carvoeiros passou a tomar conta do jogo e se aproveitar dos erros de passe e da pouca inspiração de todo o elenco coxa-branca. O Criciúma ainda perdeu a chance de fazer o segundo gol quando Ricardinho tirou tinta da trave em uma jogada que começou ainda no campo de defesa catarinense.

Empate do Coritiba e resposta dos carvoeiros

O segundo tempo começou com o Coritiba recuperando as forças e tentando tomar as rédeas da partida. O torcedor que foi ao Couto Pereira sentiu que a história poderia ser diferente com as primeiras jogadas e a falta cobrada por Alex, que bateu na trave. O grito de gol também ficou entalado depois do cruzamento de Gil e o cabeceio de Deivid dentro da área, que passou muito perto.

Como o Coritiba mantinha a posse de bola, criava as jogadas e passou a ficar cada vez mais próximo da área do Criciúma, aos 10 minutos o técnico Argel Fucks deu o primeiro sinal de que a ordem era segurar o resultado. O treinador tirou o meia Ricardinho e pôs o volante Bruno Renan.  Chamusca reagiu apostando no atacante Julio César no lugar do inoperante meia Emerson Santos.

As estratégias dos treinadores não deram certo como planejaram. O Coritiba fez o seu gol de empate com o volante Junior Urso, sempre tão criticado por perder as oportunidades. Mas não deu tempo nem de comemorar. Na descida rápida, o Criciúma desempatou com Lins, que matou no peito e bateu com categoria para o gol enquanto a defesa do Coritiba via a banda passar.

Os gols causaram mudança radical no Coritiba. No desespero, Chamusca tirou Alex para a entrada de Keirrison e tentou superlotar a área. A torcida não gostou nada e vaiou num misto de crítica à escolha do treinador e também ao pouco que o capitão fez em campo. As vaias persistiram no apito final dentro do Couto Pereira, enquanto o time dos carvoeiros saiu ainda mais fortalecido na intenção de não deixar a Série A.

 

Globoesporte.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627