pandemia

Covid-19: pesquisa aponta que apenas 5 municípios ainda não registraram casos de coronavírus na Paraíba

Publicado em domingo, julho 12, 2020 ·

Novo boletim do Laboratório de Inteligência Artificial e Macroeconomia Computacional – LABIMEC da Universidade Federal da Paraíba – UFPB aponta que o número de municípios que confirmaram pelo menos 1 caso de Covid-19 continuou em (218), e apenas 5 municípios ainda não registraram casos de coronavírus. As cidades com maior número de casos são: João Pessoa (15818), Campina Grande (7775), Guarariba (2581), Cabedelo (1969), Patos (1952) e Mamanguape (1531) e, conjuntamente, essas representam 54,9% dos casos da Paraíba.

De acordo com a pesquisa do LABIMEC, na quinta-feira, dia 02 de julho, a Paraíba apresentava 49536 casos confirmados de Covid-19, 1044 óbitos e 16349 casos recuperados. Quando comparados aos dados do dia 09 de julho, exatamente uma semana depois, observa-se um aumento de 8078 casos confirmados (variação de 16,3%), acréscimo de 152 óbitos (variação de 24%) e uma ampliação de 4255 casos recuperados (variação de 26%).

A mortalidade manteve-se no mesmo patamar no decorrer da semana. Na semana passada, tínhamos 2,1% de mortalidade, ante os mesmos 2,1% dessa semana. Os recuperados representavam 33%, aumentando para 35,8% essa
semana.

A variação acumulada dos casos confirmados e óbitos Covid-19 no Estado foi menor do que a semana passada, seguindo um padrão observado com o comparativo feito a 2 semanas, em outras palavras, apesar das infecções aumentarem, aumentam em um ritmo menor do que os casos e recuperados e do que aumentava a algumas  semanas. Tal fenômeno, pode indicar uma possível eficiência das medidas mais rígidas adotadas pelos governos
municipais e estadual.

Processo de Interiorização do Covid-19

Há um processo de interiorização do novo coronavírus no Estado da Paraíba, entretanto, não houveram confirmações de Covid-19 em novos municípios durante a semana. Mesmo com a situação relativamente controlada, as preocupações com fluxos de pacientes para os hospitais referências deve permanecer e, como forma preventiva, cidades como João Pessoa, Campina Grande, Patos e Cajazeiras devem não só comportar seus pacientes residentes, como também os não residentes.

Percebe-se que João Pessoa gradativamente reduz sua participação nos casos do Estado em contrapartida ao aumento dos demais municípios. Este é um indicativo de que os casos estão se espalhando pelas demais regiões do
Estado.

Portal WSCOM

 

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS
















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627