Corte no bolsa família afetará milhares de paraibanos

Publicado em segunda-feira, dezembro 14, 2015 ·

bolsafamilia“Impossível fazer cortes no programa Bolsa Família no orçamento 2016 sem causar um gravíssimo retrocesso social no país, com impacto, inclusive, nos indicadores de saúde e educação”. É o que diz um trecho da nota lançada no sábado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), após o relator do orçamento, Ricardo Barros (PP-PR) propor oficialmente o corte de R$ 10 bilhões do programa. Só na Paraíba, mais de 170 mil famílias perderiam o auxílio.

A justificativa do parlamentar é que haveria muitas famílias beneficiárias com renda superior aos R$ 154 por pessoa, valor que garante o acesso ao programa. Conforme a nota, a CGU reconhece que os cruzamentos de dados empreendidos pelo ministério e a atualização dos cadastros são rotinas que mantêm o Bolsa Família com foco nos mais pobres.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“O relator diz que a regra de permanência não tem amparo legal. Mais uma vez, não está correta a afirmação. A regra está prevista no artigo 21, § 1º do decreto nº 7.013/2009, que foi editado com base no artigo 2º, § 6º da Lei nº 10.836/2004. O percentual de saque dos beneficiários do Bolsa Família está acima do verificado em outros programas sociais. Não são apenas as famílias beneficiárias que perdem com eventuais cortes. O dinheiro do Bolsa Família ajuda a movimentar a economia de Estados e municípios.

Lucilene Meireles/Correio da Paraiba

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS
















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627