Corinthians vence América-MG apertado, se recupera e mantém liderança

Publicado em quinta-feira, agosto 4, 2011 ·

timãoCom sustos e sem apresentar futebol que o colocou na liderança do Campeonato Brasileiro, o Corinthians voltou a vencer na Série A. Na noite desta quarta-fiera, o clube do Parque São Jorge derrotou o lanterna América-MG pelo placar de 2 a 1 e manteve a primeira colocação na competição nacional. Jorge Henrique, no início do jogo, e Paulinho, na parte final do duelo, marcaram para o time alvinegro. Kempes, ex-Portuguesa, descontou para o time americano.

De volta ao caminho das vitórias depois de dois resultados consecutivos na competição (derrotas para Cruzeiro e Avaí), o Corinthians chegou aos 31 pontos, números que asseguram a primeira colocação ao time do Parque São Jorge, independentemente dos outros resultados da rodada. Já o América-MG segue condenado a brigar pelas últimas posições – é o último colocado, com somente oito pontos.

O Corinthians volta a jogar no próximo domingo, em Curitiba, contra outro time que se encontra na zona do rebaixamento: Atlético-PR, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada. O América-MG recebe o Fluminense, no mesmo horário do domingo, na Arena do Jacaré.

O jogo

Avassalador. Assim podem ser definidos os primeiros minutos corintianos no Pacaembu. Mas, tão rápido quanto foi o gol de abertura, foi a duração do bom futebol da equipe do técnico Tite, que foi para o intervalo com o empate e algumas dúvidas. Como abrir espaços na defesa do América-MG? Como atacar sem correr tantos riscos? Onde ficou a consistência do sistema defensivo?

Tite teve o retorno de Chicão, o que transmite mais segurança na defesa, que não teve em Paulo André, contra o Avaí, uma figura confiável. Ainda sem Liedson e Julio Cesar, o Corinthians de resto foi o mesmo, com Renan no gol, Emerson no comando do ataque e os demais titulares de sempre. Insuficiente para dominar o América-MG no primeiro tempo.

Ainda sem Givanildo, que será o terceiro treinador no Brasileiro após Mauro Fernandes e Antônio Lopes, o time mineiro foi comandado por Milagres, que um dia já foi seu goleiro e hoje é interino. Ele dispôs uma defesa com linha de quatro jogadores, Dudu à frente na marcação a Danilo e a formação em losango com Leandro Ferreira, Glauber e Rodriguinho como articulador. Nada muito diferente ao de sempre, mas apenas o ataque sem Fábio Júnior, e com Léo e Kempes.

Muito bem, o Corinthians saiu com tudo para o ataque e marcou o gol aos 30seg de jogo. Emerson passou para Willian que, em velocidade pela direita, cruzou por baixo ao meio da área na direção de Jorge Henrique. Da pequena área, ele empurrou para o gol vazio e deu início ao que parecia um começo perfeito.

Ainda mais quando, aos 3min, Emerson recebeu de Jorge Henrique com espaço e finalizou com perigo sobre a meta de Neneca. Intenso, o Corinthians dominou e teve condições de ameaçar mais, mas foi diminuindo o ritmo e sofreu um duro baque aos 14min. Da direita, Marcos Rocha avançou sem a marcação de Jorge Henrique e centrou para Kempes, que subiu entre a hesitação de Renan e Leandro Castán, empurrando para o gol de cabeça.

O gol abalou o Corinthians, que já não envolvia o América-MG da mesma forma e tinha dificuldades em acertar os passes. Em 30 minutos, a partida seguiu neste ritmo até o intervalo: errando muito, permitindo espaços em eventuais contragolpes da equipe americana, que só não chegou de verdade por faltar ambição e qualidade.

No intervalo, o diagnóstico de Tite provavelmente foi de que faltou criatividade e sobrou pressa. Por isso, Willian deixou o campo e Alex entrou para tentar acertar o passe do time. Apesar de o Corinthians até melhorar, foi o América-MG que ameaçou antes. Em rápido contra-ataque, Kempes recebeu diante de Renan e só não marcou porque Ralf apareceu para travar.

Quando Tite já se preparava para lançar Edenílson no jogo, um lance de sorte clareou o jogo para o Corinthians. Se não tinha um especialista na bola parada, a equipe corintiana passou a ter com Alex. E foi em cobrança de falta dele, desviada na zaga, que o gol saiu com finalização de Paulinho, na entrada da pequena área, aos 22min. O América-MG se revoltou e Gílson, ex-Grêmio, levou o vermelho ao pedir um impedimento que, aparentemente, não houve.

Com um jogador a menos dentro de campo, o América-MG enfrentou dificuldades para conseguir novamente ameaçar a meta do inseguro Renan. O Corinthians, em contrapartida, aproveitou novos vacilos da defesa adversária para seguir com o controle do jogo. Aos 39min, Emerson roubou a bola já no campo de ataque e avançou sozinho para a área mineira. No entanto, na hora da finalização, o atacante do time alvinegro se enrolou na jogada e perdeu o timing do chute, na última boa oportunidade do duelo no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA

Corinthians 2 x 1 América-MG

Gols:

Corinthians: Jorge Henrique, aos 28s do primeiro tempo; e Paulinho, aos 21min do segundo tempo
América-MG: Kempes, aos 14min do primeiro tempo

Corinthians
Renan; Welder (Edenílson), Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Willian (Alex), Jorge Henrique e Emerson (Elias).
Técnico: Tite.

América-MG
Neneca; Marcos Rocha, Micão, William Rocha e Gilson; Dudu, Leandro Ferreira, Glauber e Rodriguinho (Otávio); Léo (Alessandro) e Kempes.
Técnico: Milagres (interino)

Cartões Amarelos
Corinthians: Danilo
América-MG: Kempes, Glauber, Gilson, Micão, William Rocha e Léo

Cartões Vermelhos
América-MG: Gilson

Árbitro
Antônio Carvalho Schneider (RJ)

Público e renda
27.884 pagantes / R$ 883.660,00

Local
Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627