Congresso reúne sindicalistas para debater sociedade, vida, trabalho e desenvolvimento sustentável

Publicado em quarta-feira, Abril 18, 2012 ·

Começou nessa terça-feira (17) e segue até essa quinta-feira (20), em Foz do Iguaçu, no Brasil, o 2º Congresso da Confederação Sindical de Trabalhadores/as das Américas (CSA). O evento, cujo tema é Desenvolvimento Sustentável, Democracia e Trabalho Decente: Construindo uma nova sociedade, terá sua abertura às 19h30 no Hotel Bourbon Cataratas. Já nesta manhã a programação teve início.

Antes da abertura oficial, foi realizado na manhã de hoje o painel “Vida e trabalho: proteção, saúde e segurança” para acentuar que conceitos como ‘desenvolvimento sustentável’ e ‘trabalho decente’ devem caminhar sempre juntos.

Na sequência, aconteceu o seminário “Desenvolvimento sustentável e trabalho decente: As alternativas do sindicalismo das Américas ante a crise mundial”, para discutir desenvolvimento sustentável e trabalho decente como alternativas à crise do capitalismo.

Os eventos foram oportunidades de diálogo do movimento sindical das Américas com a sociedade civil e com outros setores do movimento social da região.

Em nota para a imprensa, a CSA esclareceu que seu principal intuito foi “fortalecer o posicionamento do movimento sindical perante a crise mundial em suas distintas dimensões (econômica, alimentar, energética e financeira) e seu impacto sobre a proteção social, a saúde laboral, a negociação coletiva e a liberdade sindical”.

O seminário teve início às 8h30 e contou com a participação dos presidentes das quatro centrais brasileiras afiliadas à CSA: Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Confederação Nacional das Profissões Liberais (CNPL). Também participaram o presidente da Confederação Sindical Internacional (CSI), Michael Sommer, e a presidenta da CSA, Linda Chávez-Thompson.

Antes do seminário e do Congresso, o secretário geral da CSA, Víctor Báez, chamou as organizações sindicais à unidade para conseguir enfrentar os desafios que são a crise de direitos e de bem-estar dos trabalhadores e trabalhadoras do mundo.

Báez definiu o 2º Congresso da CSA como histórico em virtude das propostas que serão levadas à debate e pediu que todos abraçassem o desafio de criar uma sociedade melhor para todos os trabalhadores/as e suas famílias.

“Vivemos em um continente em que há Estados Unidos, a primeira potência do mundo, e Haiti, um dos países mais pobres. Tais são as assimetrias que enfrentamos. Superando-as vamos construir um século 21 que será das Américas, com o movimento sindical que queremos. (…) Que não nos percamos nas minúcias: miremos ao grande e construamos o grande”, convocou.

2º Congresso da CSA

São esperados para o Congresso da CSA cerca de 600 delegados de organizações afiliadas, parceiras, observadores e convidados de todo o mundo. Na ocasião, os participantes vão aprovar as resoluções para planejar as atividades entre 2012 e 2016 e participar de debates, apresentação de livros, informes e plenárias.

Mais informações sobre o 2º Congresso no sitehttp://www.csa-csi.org/csa2012/

Natasha Pitts/Adital
Focando a Notícia

Comentários

Tags : , , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627