auxílio emergencial

Comércio de vagas em fila da Caixa em Guarabira vira caso de polícia

Publicado em sexta-feira, agosto 14, 2020 ·

A concorrência por uma vaga na fila da Caixa Econômica Federal na cidade de Guarabira, por ocasião dos pagamentos das parcelas do auxílio emergencial, tem provocado problemas para os beneficiários e virou caso de polícia.

Com poucas agências na Paraíba, Guarabira atende a clientes de pelo menos 17 municípios da região. O resultado é que muitas pessoas chegam à cidade ainda durante a noite e dormem nas calçadas para no dia seguinte ser um dos primeiros a receber o auxílio e outros se submetem a pagar certa quantia em dinheiro por uma vaga na fila.

Os “guardadores de vagas” cobram até R$ 50 por vaga, dependendo da proximidade da porta de entrada. Geralmente são moradores de rua, drogados e ex-presidiários, desempregados, que atuam nesse negócio ilegal. Eles utilizam materiais como cadeiras, caixas de papelão e até pedras nas marcações da fila e se apropriam da vaga para vender aos “clientes” já devidamente agendados.

Nas primeiras semanas de filas quilométricas a Polícia Militar fez uma ação no local para coibir esse tipo de prática e afugentou os guardadores. Mas eles voltaram e nas últimas semanas mais denúncias surgiram nas emissoras de rádio cobrando providências. Há casos até de intimidação e tentativa de agressão a quem insistir em ocupar alguma das vagas marcadas.

O comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar, coronel Gilberto Felipe, procurado a respeito da reincidência dos casos, disse que vai voltar a realizar ação no sentido de evitar que os espaços públicos na fila de banco esteja sendo comercializado indevidamente.

A polícia vai procurar identificar também quem são as pessoas que estão pagando pelas vagas e orientar sobre a ilegalidade da prática.

Com a expectativa de que o auxílio emergencial se estenda até o final do ano, devido à persistência de contágio com a Covid-19, com o agravamento da tragédia humanitária que já matou mais de 100 mil brasileiros, as filas devem continuar por mais alguns meses.

 

portal25horas

 

 

Comentários

Tags : , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627