Com volta de Thaisa, Brasil bate Japão e se garante nas quartas de final

Publicado em quarta-feira, agosto 10, 2016 ·

imagem: Lucas Lima/UOL
imagem: Lucas Lima/UOL

A seleção brasileira feminina de vôlei garantiu nesta quarta-feira sua vaga para as quartas de final dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. Jogando no Ginásio do Maracanãzinho pela terceira rodada do Grupo A, o time do técnico José Roberto Guimarães derrotou o Japão por 3 sets a 0 (parciais de 25/18, 25/17 e 25/22) e assegurou sua presença na próxima fase da Olimpíada.

A partida marcou a volta da central Thaísa, que havia sido poupada por precaução nos dois primeiros jogos do Brasil na Rio-2016 (vitórias por 3 sets a 0 sobre Camarões e Argentina). A camisa 6 se recuperava de uma lesão na panturrilha anterior à competição no Rio de Janeiro.

Classificada, a seleção volta a entrar em quadra na sexta-feira (12) pela quarta rodada do Grupo A. Às 22h35, mede forças com a Coreia do Sul; antes disso, às 20h30, o Japão encara a Rússia.

Léia, destaque na defesa

Se o Brasil passou com facilidade pelas japonesas, deve muito à atuação da líbero Léia. A camisa 19 se destacou na defesa e na recepção, neutralizando os ataques das adversárias e entregando a bola sem sustos para a criação de jogadas das companheiras.

Bloqueio garante Brasil no 1º set

A seleção japonesa até tentou dar trabalho no começo do primeiro set, mas não resistiu à eficiência do bloquei brasileiro – foi justamente em um bloqueio duplo de Sheilla e Fabiana que o Brasil fechou a parcial em 25/18. O lance redimiu a camisa 13, que errou dois saques ao pisar na linha.

No 2º set, Thaísa estreia

Se o bloqueio foi o ponto-chave do primeiro set, o fundamento que decidiu o segundo foi o levantamento – destaque para a distribuição de Dani Lins. Poupada até então, Thaísa entrou em quadra no fim do set, para a festa da torcida presente no Maracanãzinho. Dominante, a seleção fechou com facilidade em 25/17.

Distração quase complicou no último set

A terceira parcial poderia ter sido mais tranquila, mas as donas da casa diminuíram o ritmo, se distraíram e permitiram que as nipônicas crescessem no jogo e empatassem em 18/18. José Roberto Guimarães então apostou na saída de Fê Garay para a entrada de Jaqueline. A troca surtiu efeito e o time da casa fechou a parcial em 25/22 – justamente em um ataque de Thaísa.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627