Com 11 mil atendimentos mensais, Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer é referência na Paraíba

Publicado em sábado, abril 12, 2014 ·

cancerCom a realização de 11 mil atendimentos mensais, entre exames e consultas, Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC) que integra a rede de serviços de saúde do Governo do Estado, é referência para todo o Estado. Para a implantação do Serviço foram  investidos recursos da ordem  de R$ 1,1 milhão foi para aquisição de equipamentos e mais R$ 50 mil na estruturação do prédio climatizado e moderno. O local é responsável por cerca de 11 mil atendimentos mensais, entre exames e consultas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A diretora geral do CEDC, Roseane Machado, explica que vários serviços estão à disposição da população no CEDC, entre os quais as consultas especializadas com mastologista e ginecologista. Há ainda o tratamento de lesões de alto grau no colo do útero, por meio da cirurgia de alta frequência. Os exames também podem ser feitos no local, a exemplo de biópsias; leituras de lâminas, com material coletado nessas biópsias; punções aspirativas por agulha fina de mama e tireoide; laboratório de citopatologia; ultrassonografias de mama, tireoide, transvaginal, abdômen total e pélvica; além de biópsia percutânea guiada por ultra (Core Biopsy), que permite tirar um pequeno fragmento da lesão para análise da mama.

O CEDC possui 17 médicos, entre os quais patologista, citopatologista, mastologista, ginecologista e ultrassonografista. O quadro de profissionais conta ainda com oito técnicos de enfermagem, coordenados por um enfermeiro; quatro citotécnicos; e mais 15 técnicos de laboratório.

Para ter direito aos serviços do CEDC, o usuário precisa ser encaminhado por alguma unidade de saúde. O telefone do Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer é o 3218-5369. O local funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 7h às 17h.

Se o usuário for diagnosticado com câncer, o CEDC o encaminha ao serviço de referência no Estado, que é o Hospital Napoleão Laureano. Enquanto isso, os que apresentam lesões benignas são acompanhados pelos médicos do próprio Centro Especializado, durante um período de dois a cinco anos.

Equipamentos – A luta travada no combate ao câncer na Paraíba é constante. Entre as diversas ações realizadas pelo Governo do Estado está a construção do Hospital do Câncer de Patos, que é o primeiro da região do Semiárido nordestino, previsto para ser inaugurado ainda este ano. A unidade vai beneficiar sete gerências Regionais de Saúde (GRS), que integram 89 cidades. Isso representa a melhoria de acesso ao serviço para uma população de 902.310 habitantes.

Outra iniciativa importante no combate ao câncer foi a inauguração do serviço de mamografia do Hospital Regional de Guarabira, que aconteceu no final do ano passado. Ele tem capacidade para 600 exames mensais, atendendo à demanda de 26 municípios do Brejo paraibano. Só para colocar o mamógrafo em funcionamento, foram investidos R$ 35 mil.

Um pouco antes, em maio de 2014, o governador Ricardo Coutinho inaugurou mais um serviço de mamografia. Dessa vez foi no Centro de Saúde Municipal da cidade de Catolé do Rocha, onde são realizados exames em mulheres de dez municípios da região. O mamógrafo foi adquirido por meio de uma pactuação entre as Prefeituras de Pombal e de Catolé do Rocha e da Secretaria de Estado da Saúde, no valor de R$ 125 mil.

Além de criar novos serviços, o Governo do Estado também se preocupa com a estruturação daqueles já existentes. Em março de 2012, por exemplo, foi doado um acelerador linear no valor de R$ 2,1 milhões ao Hospital Napoleão Laureano. O aparelho beneficia hoje mais de 100 usuários por mês.

Ainda dentro dessa perspectiva de manutenção dos serviços existentes, a Secretaria de Estado da Saúde repassa cerca de R$ 840 mil para aquisição de medicamentos voltados a dois mil pacientes em tratamento quimioterápico. Isso é possível por meio de convênio firmado com a entidade filantrópica Fundação Assistencial da Paraíba (Hospital da FAP), de Campina Grande.

Ha também a distribuição de medicamentos feita pelo Núcleo da Assistência Farmacêutica (NAF), da Secretaria da Saúde. Os pacientes cadastrados têm direito aos seguintes medicamentos: Sunutinib (Sutent) Tarceva, Mabtera (Rituximabe), Herceptin, Thyrogen, Novadex D (Tamoxifeno), Temodal e Velcade (Bortezomide).

Paulo Cosme\Secom-PB

Comentários

Tags : , , , , , , , ,

REDES SOCIAIS









ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627