Coletivo cria página com fotos que para criticar padrão ‘sem pelos’

Publicado em segunda-feira, setembro 22, 2014 ·

seiosEnquanto muitos investem dinheiro e tempo em centros de depilação, outros simplesmente optam por aposentar lâminas, pinças e a tão usada cera quente. O coletivo Além criou um Tumblr chamado Pelos Pelos com o objetivo de divulgar um ensaio de fotos com valor político e artístico para questionar o padrão estético “sem pelos” e o que se pode entender como uma ditadura da depilação.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para o grupo, a ideia é propor uma reflexão sobre o corpo e a naturalidade dos pelos, que para muitos acabam gerando até uma reação de repulsa atualmente. O Além acredita que a prática hoje bem difundida consiste numa mutilação, em um padrão resultante do machismo e da opressão.

Criada pela catarinense Núbia Abe, de 27 anos, e pelo mineiro Mateus Lima, de 26 anos, moradores de São Paulo, a página se compromete a produzir arte irreverente que estimule a reflexão e a desconstrução de padrões.

Outro projeto com esse tom é o Hairy Legs Club (Clube das Pernas Peludas, em português), Tumblr que também pretende ir no sentido contrário das expectativas de beleza impostas pela sociedade, encorajando mulheres a postarem fotos da perna nada depilada. Assim, querem mostrar que têm autonomia absoluta sobre o próprio corpo.

Não só imagens fazem parte da iniciativa. As participantes costumam, ainda, postar mensagens de apoio, dando força umas às outras. “Tenho muito orgulho dos meus pelos na perna, mas boa parte da minha família reclama da minha feminilidade e do meu higiene. Meu irmão até puxa os pelos, dizendo que são para meninos e homens. Meu avô sempre me defende, me assegurando que há homens que gostam de pelos”, colocou uma internauta.

Outra conta: “Costumava me depilar todos os dias. Costumava associar o meu pelo com ser imunda. Costumava acreditar que o meu corpo era inaceitável em seu estado natural.(…) Percebi que somos uma cultura patriarcal obcecada com jovens corpos femininos (…). Então, parei de raspar completamente.”

O Globo

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627