Claúdio Lima diz que Cássio não tem ‘moral’ para falar de segurança: ‘o que eu digo, posso provar’

Publicado em sexta-feira, maio 15, 2015 ·

claudio-limaSecretário de Segurança e Defesa Social da Paraíba, Cláudio Lima, lamentou a postura do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) sobre a violência em Campina Grande, afirmou que no tempo que Cássio foi governador a situação de violência era pior que hoje mesmo com mais homens na polícia e população menor: “O que eu digo posso provar, mas tirar proveito do caos? A eleição passou!”.

Em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, nesta sexta-feira (15), o secretário reclamou do grande número de ocorrências falsas em Campina Grande na quarta-feira (13). Lima garantiu que em nenhum momento a Polícia Militar pediu para os ônibus pararem e reclamou que as notícias falsas são um desserviço para a população.

Lima foi incisivo nas críticas principalmente ao senador Cássio Cunha Lima (PSDB). Baseado em dados expostos no livro “Panorama dos Homicídios no Brasil”,  o secretário afirmou que na época do Senador “foi onde mais aumentou os homicídios”. “Não sou eu quem digo”, afirmou. O livro do cientista político, doutor pela Universidade Federal de Pernambuco e professor da Universidade Federal de Campina Grande, José Maria Nóbrega Júnior, faz um comparativo ao efetivo e aumento da criminalidade. De acordo com Lima, o livro trata do aumento dos homicídios principalmente de 2004 a 2009 na Paraíba, enquanto houve no mesmo período um incremento no efetivo policial que chegou a ser 10 mil homens. “No início do nosso governo tínhamos 1700 policias”, lembrou o secretário afirmando que o governo contratou e atualmente mesmo com a deficiência o estado conseguiu diminuir o número de homicídios em 2012.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Para Lima, Cássio não tem moral para falar de segurança. “Esse discurso não pega mais se não quiser acreditar achar que é dado falso, peguem um órgão sério e busquem saber. Não vão fazer afirmativa inverídica, sem fundamento nem prova. A criminalidade foi crescente até 2011 porque apuramos e temos dados, dizer que aumentou e não ter prova. O que eu digo eu posso provar, mas tirar proveito político do caos? A eleição passou!”, reclama.

Lima também comentou as declarações do deputado estadual, Bruno Cunha Lima (PSDB) que saiu em defesa de seu tio, o senador Cássio, no programa Rádio Verdade desta quinta (14) e pediu que o tucano se “debruçasse” sobre a política da família dele e que verifique como era em 2003 onde eles tinham mais policiais e a população era menor.

O secretário afirmou que os dados apresentados pelo estado são verdadeiros, pois se não fossem, estaria cometendo um crime e Ricardo Coutinho (PSB) não permitiria que escamoteassem dados.

Marília Domingues

Comentários

Tags : , , , ,

REDES SOCIAIS
















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627