Chuva não dá trégua na Paraíba e deixa cidades ilhadas

Publicado em terça-feira, Maio 3, 2011 ·

A chuva não deu trégua desde a noite da segunda-feira (2) na Paraíba. O volume das precipitações fez a Agência Estadual de Gestão de Águas do Estado (Aesa) divulgar estado de alerta para as regiões Agreste, Brejo e Litoral para as próximas 24 horas. A previsão é de que 25 açudes tranbordem até quarta-feira (4). Uma das áreas que têm mais motivos de preocupação é o Agreste. Além dos prejuízos em Campina Grande, cidade-polo da região, alguns municípios vizinhos começam a sofrer as consequências do acúmulo de água nos rios, a exemplo de Natuba, na divisa com Pernambuco, que está ilhada.
A Prefeitura anunciou que vai pedir ao Governo do Estado o decreto de situação de emergência no município. Chove desde a noite da segunda-feira (2). O assessor jurídico Valmir Borba informou que os moradores não conseguem nem entrar, nem sair da cidade. Todas as estradas de barro estão bloqueadas para os municípios vizinhos, como Umbuzeiro (PB), Machados, São Vicente e Limoeiro (estes últimos em Pernambuco).
Um riacho nos arredores da cidade transbordou e levou água para a zona urbana. Foram registrados postos de alagamento e inundações em casas, estabelecimentos comerciais e prédios públicos. Alguns moradores decidiram abandonar suas casa devido aos riscos de desabamento e os muros de escolas duas municipais desabaram.
Devido aos estragos, o prefeito Josevaldo Alves da Silva (PSB) fez uma vistoria nos pontos mais críticos da cidade nesta manhã, registrando em fotografias e vídeos para solicitar auxílio do Estado.

Campina Grande


A cidade vive um dia difícil, com pontos de alagamento, ruas inundadas e trânsito parado. Em alguns locais, carros chegaram a ser arrastados pela água. O canal por baixo do viaduto Elpídeo de Almeida, por exemplo, transbordou, dificultando a rotina de quem transita por uma das avenidas mais movimentadas da cidade.


Foto do internauta @TrigueiroJr, via Twitter


No Alto Branco, uma casa desmoronou sobre dois carros. O impacto também derrubou parte do muro da Empasa. Também foi registrado o desabamento parcial de uma casa no Centro da cidade.
No campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), a ponte que dá acesso da Biblioteca à Reitoria caiu.

Entre as ocorrências da madrugada desta terça, o Corpo de Bombeiros registrou a queda de muro na rua Epaminondas Macaxeira, no bairro Santo Antônio. Ninguém ficou ferido.
De acordo com a Defesa Civil de Campina Grande, no último fim de semana foram registradas dez ocorrências de desabamentos, totais ou parciais, de casas em quatro bairros: Bodocongó, Santa Rosa, Santo Antônio e Cruzeiro.
Até a segunda-feira, a Aesa havia registrado o acumulado de 533,7 milímetros de chuva em Campina Grande, sendo a média anual de 764mm.


Av. Pedro II em João Pessoa também fica alagada

Paraíba1
Com Karoline Zilah
Focando a Notícia

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627