Câmara Federal vai realizar sessão solene para homenagear Campanha da Fraternidade

Publicado em segunda-feira, março 24, 2014 ·

 

CFA Câmara Federal realiza na próxima segunda-feira (7), no Plenário Ulisses Guimarães, sessão solene para homenagear a Campanha da Fraternidade deste ano, que tem como tema ‘Fraternidade e Tráfico Humano’ e lema ‘É para a liberdade que Cristo nos libertou (Gl 5,1)’. O autor da propositura é o deputado paraibano Luiz Couto (PT), vice-presidente da CPI do Tráfico de Pessoas no Brasil.

 

Ao requerer a sessão, Couto justificou que o tráfico humano é um crime que atenta contra a dignidade das pessoas, “já que explora o filho e a filha de Deus, limita suas liberdades, despreza sua honra, agride seu amor próprio, ameaça e subtrai sua vida”.

 

Relatou que a exploração que atinge principalmente mulheres, crianças e adolescentes, no mercado do sexo, e o abuso de trabalhadores escravizados, em atividades produtivas, são as formas mais conhecidas do tráfico humano no país, incluindo a prática de extração de órgãos”.

 

Luiz Couto registrou que é difícil dimensionar o tráfico humano, visto que muitas de suas vítimas não são identificadas. No entanto, prosseguiu: “a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que o tráfico humano renda, aproximadamente, 32 bilhões de dólares anuais e esteja entre os crimes organizados mais rentáveis ao lado do tráfico de drogas e de armas”.

 

O parlamentar ressaltou que, com a globalização, esse tipo de negócio se tornou cada vez mais crescente e frequente. Acrescentou que fatores como a imigração para o Brasil, migração interna no país, bem como a migração para o Sudeste e a urbanização facilita a ação do tráfico humano.

 

Tomando como referência o texto base da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) sobre o tema, Luiz Couto descreveu os objetivos da Campanha da Fraternidade: identificar as causas e modalidades do tráfico humano e os rostos que sofrem com essa exploração; denunciar as estruturas e situações causadoras do tráfico humano; reivindicar, dos poderes públicos, políticas e meios para a reinserção das pessoas atingidas pelo tráfico humano na vida familiar e social; promover ações de prevenção e de resgate da cidadania das pessoas em situação de tráfico; suscitar, à luz da Palavra de Deus, a conversão que conduza ao empenho transformador dessa realidade aviltante; celebrar o mistério da morte e ressurreição de Jesus Cristo, sensibilizando para a solidariedade e o cuidado às vítimas desse mal.

 

 

 

Ascom do Dep. Luiz Couto

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627