Cabo da PM mata homem em bebedeira e só é preso após denúncia de promotor

Publicado em quinta-feira, dezembro 6, 2012 ·

Foto: Belarmino Notícia

O policial militar Francisco Braz do Nascimento, conhecido ‘Cabo Braz’, foi preso nesta quinta-feira (6), por força de um mandado de prisão expedido pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Esperança, Jailson Suassuna. De acordo com o promotor Otacílio Costa, que requereu a prisão, o policial matou um homem com tiros a queima roupa no dia 1º de dezembro deste ano, na cidade de Esperança, Agreste paraibano.

Ainda de acordo com o promotor, o cabo estava bebendo em um bar da cidade quando João Batista da Costa, 35 anos de idade, chegou no estabelecimento apertou a mão do policial e ofereceu uma bebida.

 “O policial não gostou da atitude de João Batista e jogou a bebida no rosto dele. Assustado, o homem correu e o cabo Braz efetuou disparos nas costas do homem que morreu na hora”, disse Otacílio Costa.

O major Afonso Galvão, comandante do 9º BPM, revelou que o acusado foi preso em casa. “Recebi o mandado e fui cumprir. O acusado foi preso em casa, após passar a noite trabalhando. Ele não quis comentar sobre o caso, mas adiantou que já contratou um advogado e só vai se pronunciar na Justiça”.

Segundo o promotor, a morte de João Batista foi por motivo torpe e deverá responder por homicídio duplamente qualificado. Ele foi preso pelo policiamento da cidade de Cuité, na mesma região, e será transferido para o 2º BPM, em Campina Grande, onde ficará a disposição da Justiça.

Hyldo Pereira

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS













ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627