Brasil supera gramado castigado, apagão e vence frágil Gabão

Publicado em quinta-feira, novembro 10, 2011 ·

brasil e gabãoA Seleção Brasileira superou obstáculos extracampo mais difíceis para vencer o Gabão nesta quinta-feira. Em amistoso disputado na cidade de Libreville, a equipe comandada por Mano Menezes passou por um apagão na energia do local, um gramado horroroso e pelo time africano pelo placar de 2 a 0. O volante Sandro, do Tottenham, e o meio-campista Hernanes, da Lazio, foram os responsáveis pelo quarto triunfo seguido do time pentacampeão mundial.

Depois da queda de energia no Stade L’Amitie, que atrasou o início do encontro em 18 minutos, a Seleção Brasileira demonstrou a superioridade técnica desde o apito inicial. Mesmo apresentando uma nova formação, com novidades como Bruno César, o time verde-amarelo controlou o jogo e sofreu com a brutalidade dos jogadores adversários. Hernanes e o lateral direito Fábio, especialmente, foram vítimas de entradas violentas durante a primeira etapa.

O domínio da Seleção Brasileira se registrou na rápida construção do placar. Logo aos 11min, a equipe comandada por Mano Menezes balançou pela primeira vez as redes, com Sandro, que aproveitou um momento de desatenção do zagueiro Ebanega para tocar para o gol. Aos 34min, depois de rebote provocado por um chute de Bruno César, o ex-são-paulino Hernanes desviou de cabeça e aumentou a vantagem do país pentacampeão mundial.

O ritmo de partida caiu muito na segunda etapa. Com a boa diferença no marcador, o Brasil manteve a posse de bola e impediu qualquer tentativa de reação por parte do time do Gabão. O encontro em Libreville se tornou monótono, e a equipe de Mano Menezes criou a melhor oportunidade somente aos 24min, quando Hulk cruzou na medida para Bruno César bater com estilo de perna esquerda. Para infelicidade do ex-corintiano, o goleiro Ebang salvou os donos da casa.

Após conseguir a quarta vitória seguida em amistosos (antes do Gabão, o time vencera Argentina, Costa Rica e México), a equipe brasileira segue no continente africano. Na próxima segunda-feira, às 15h (de Brasília), a Seleção Brasileira enfrentará o Egito.

O jogo

O atraso de cerca de 20 minutos para o início da partida e o gramado bastante castigado fizeram o Brasil passar os primeiros minutos tentando se adaptar as más condições. O que facilitava era a pouca experiência do adversário. Ao 2min, depois de falta cobrada por Bruno César pela direita, a bola sobrou para Jonas após bate e rebate. O atacante desperdiçou boa oportunidade, sozinho e de frente para o gol.

A equipe verde e amarela teve outra boa chance aos 6min. Adriano recebeu bola livre pela esquerda e mesmo com Hulk e Jonas pedindo bola na área, o lateral arriscou para tranquila defesa do goleiro gabonês. O gol, entretanto, não demorou a sair.

Aos 11min, depois de escanteio rápido cobrado por Bruno César, Sandro tocou para as redes. O meia do Benfica foi veloz nos dois toques com Jonas e cruzou na área. O zagueiro do Gabão se atrapalhou e quase marcou gol contra. O goleiro Ovono Ebang tentou salvar espalmando, mas o volante do Tottenham foi esperto no rebote e colocou a bola para o fundo das redes.

A fragilidade da equipe gabonesa se mostrava evidente. Hernanes perdeu boa chance de aumentar o marcador ao chutar uma bola por cima do gol, tentando encobrir o goleiro. Nos poucos momentos que chegavam perto de Diego Alves, os gaboneses levantavam a torcida como em um arremate sem perigo de Aubameyang aos 26min.

Poucos minutos depois, Jonas aproveitou bobeira da zaga adversária, roubou a bola e passou para Hulk. O atacante do Porto chutou rente à trave, quase marcando o segundo tento. O grande momento gabonês no primeiro tempo veio aos 32min. Moulongui fez uma fila na do lado esquerdo e foi apenas parado por Fábio com falta, perto da grande área. O próprio jogador cobrou falta fechada e Diego Alves teve de se esticar inteiro para salvar o empate.

O lance acordou o Brasil que marcou o segundo gol um minuto depois. Jonas pegou a bola no meio e chutou de fora da área. O goleiro espalmou, e Hernanes estava esperto para pegar o rebote e não ter quase trabalho para tocar para a meta vazia.

A última chance de perigo do primeiro tempo foi do Gabão. Aubameyang deu belo drible em Fabio e bateu forte. Diego Alves espalmou para escanteio. Mesmo com a desvantagem no placar, os torcedores gaboneses se entusiasmaram com o lance e foram cantando até o intervalo.

O ânimo da torcida para com o jogo diminuiu conforme as equipes voltaram para a segunda etapa. Satisfeita com o resultado construído, a Seleção Brasileira retornou mais lenta e paciente para o tempo complementar. Com o controle da maior parte da posse de bola, o time passou a administrar o resultado e impedir qualquer tipo de reação do rival.

Pouco criativo durante a parte final, o Brasil registrou a melhor jogada da segunda etapa somente aos 24min. Hulk, um dos destaques do time pela movimentação, avançou pela direita e cruzou na medida para Bruno César. O meia do Benfica pegou de primeira, com a perna esquerda, e viu o goleiro Ebang fazer uma ótima defesa para evitar o terceiro gol.

Para motivar a equipe e melhorar o desempenho, Mano Menezes teve a oportunidade de promover outros testes no compromisso desta quinta-feira. Durante a segunda etapa, o técnico promoveu as entradas de Alex Sandro, Willian, Dudu e Kleber. Entretanto, mesmo com “sangue novo”, o time não conseguiu superar a defesa adversária e tornar o resultado positivo mais expressivo.

Ficha Técnica

GABÃO 0 x 2 BRASIL

Gols:

BRASIL: Sandro, aos 11min do 1º tempo; e Hernanes, aos 34min do 1º tempo

GABÃO: Ovono; Moundounga, Manga, Ebanega e Moussono; Palun (Moubamba), Biyogho (Mbanangoye), Madinda e Aubameyang; Mouloungui (N¿Guéma) e Meye (Cousin)
Técnico: Gernot Roht

BRASIL: Diego Alves; Fábio (Alex Sandro), Luisão, David Luiz e Adriano; Sandro (Lucas Leiva), Elias (Thiago Silva), Hernanes e Bruno César (Willian); Jonas (Dudu) e Hulk (Kléber)
Técnico: Mano Menezes

Cartões amarelos
GABÃO: Moussono e Mbanangoye
BRASIL: Adriano

Árbitro
Victor Hlungwani (África do Sul)

Local
Stade L’Amitie, em Libreville (Gabão)

Terra

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627