Bomba: Prefeita de Araruna rejeita médicos selecionados de Programa Federal

Publicado em sábado, outubro 5, 2013 ·

Wilma MaranhãoNa segunda etapa de seleção do ‘Programa Mais Médicos’, o município de Araruna foi contemplado com a disponibilização de dois profissionais da medicina para a cidade. Pelas regras do convênio, a prefeitura só entraria com o local onde o médico iria atender e a hospedagem do mesmo, se ele não possuísse residência no município escolhido. O salário do médico seria pago em sua totalidade pelo Ministério da Saúde.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Um dos médicos selecionados para Araruna foi o especialista em cardiologia, o ararunense Dr. João Bosco Teixeira, que por sinal já possui residência e clínica em Araruna. Bosco recebeu o e-mail de convocação no dia 26 de setembro, nele foi avisado que as atividades já se inicia riam no dia 1º de outubro.

 

Entretanto no dia, 02 de outubro, o médico recebeu outro e-mail da Coordenação Nacional do Programa informando-o que a gestora Municipal havia desistido da adesão ao ‘Mais Médicos’.

 

João Bosco declarou: “Não entendi muito bem. Em todo o país a falta de médicos é gritante. Um município se inscreve, é selecionado, mas quando sai a nomeação do médico, o gestor desiste. Araruna é o único município no Brasil onde isso aconteceu”.

 

O cardiologista tem parentesco e proximidade com o ex-governador José Maranhão, especula-se que em virtude da disputa política entre Benjamim e Zé, a gestora Wilma Maranhão, mãe de Benjamim, poderia não ter gostado da seleção deste médico para Araruna.

 

Foi veiculado pelo portal Araruna1.com a não adesão do município ao Programa na primeira etapa pois a inscrição foi feita após o prazo estabelecido. Na segunda etapa, a inscrição foi realizada pela Secretaria de Saúde, contudo, no fim a desistência e rejeição ao ‘Mais Médicos’ por um pedido da gestora ficou inexplicável e sem sentido.

 

É de conhecimento de todos, a carência de profissionais de medicina em Araruna, uma desistência dessas ‘magnitude’, nessa altura do campeonato prejudicará imensuravelmente todos os munícipes.

 

Os vereadores Adailson Bernardo e Toinho Natanael tentaram contactar a Prefeita Wilma Maranhão e a secretária de saúde do município Christina Targino, mas sem êxito, pois as mesmas não se encontravam na prefeitura e na secretaria, respectivamente.

 

Adailson e Toinho já informaram que irão reunir o máximo de lideranças políticas que se comprometam com a causa, para realização de movimentos que façam com que a gestora volte atrás e aceite o médico, pois só quem saiu perdendo com todo esse imbróglio foi à população: aproximadamente 20.000 ararunenses.

bananeirasagora

Comentários

Tags : , , , , , ,

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627