Beco sem saída: exame de DNA de principal acusado de estuprar e matar Rebecca deu negativo

Publicado em sexta-feira, Fevereiro 3, 2012 ·

rebecaO DNA do material recolhido do corpo da estudante Rebecca Cristina Alves Simões não bate com os exames genéticos feitos em Radi Patrick Neves Rocha, preso no último final de semana como principal acusado de ter estuprado e matado a estudante.

A informação, ainda não confirmada pela Polícia, foi confidenciada ao repórter Emerson Machado por parentes de Radi Rocha.

Procurado pela reportagem do Portal Correio, o delegado de Homicídios Pedro Ivo disse que desconhece a informação.

Radi Rocha é ex-presidiário que cumpria pena em regime semi-aberto e estava foragido desde o assassinato da estudante, ocorrido em julho do ano passado.

O crime
A estudante Rebecca Cristina de 16 anos saiu de casa às 7h do dia 11 de julho de 2011 para assistir aula no colégio Militar como fazia todas as manhãs.

Por volta das 12h30 a mãe sentiu falta da menina, pois ela não havia retornado da aula para casa, no bairro de Mangabeira e acionou a polícia.

Cerca de uma hora depois o corpo da jovem foi encontrado próximo a PB 008, acesso à praia de Jacarapé, com um disparo de arma de fogo da cabeça. Ela usava apenas vestes íntimas e havia sido violentada sexualmente.

Rebecca era considerada uma aluna exemplar, de boa índole e de bom relacionamento com amigos e professores. Era filha do cabo da PM Edvaldo Soares da Silva, lotado no 1° Batalhão de Polícia Militar, centro da Capital.

Adriana Bezerra/Portalcorreio

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627