Ato mal entendido pode até ser bom

Publicado em quarta-feira, fevereiro 7, 2018 ·

(Karlos Thotta/2018)

NEM TUDO QUE PARECE RUIM PODE PIORAR, MESMO QUE A POSSIBILIDADE DE FOGO SEJA ELEVADA ONDE A FUMAÇA JÁ É PERMANENTE.

É muito provável que haja algumas cidades onde existam pessoas que não aceitem alguns comportamentos dos atuais senhores prefeitos municipais.

Com base nessa probabilidade, é natural que essas pessoas possam discordar dos atos adotados pelos atuais vices, eleitos na mesma chapa do seu titular.

Mesmo assim, e por motivos de justiça, os habituais críticos dos maus políticos resolveram investigar a recusa do vice em não aceitar uma proposta para redução salarial de todos os cargos oficiais.

Assim agindo, vale imaginar que a discordância do vice prende-se ao fato de que a redução seria insuficiente para gerar os benefícios esperados pelo documento municipal assinado pelo titular.

Já existe em ação um grupo de especuladores afirmando que o comportamento do vice pode ser entendido como um modo de sugerir que o percentual da redução salarial fosse elevado para 50%, ou mais.

Com tal benevolência solidariamente justa e alicerçada nos profundos princípios de puro humanismo, a população esperançosa já acredita que a Câmara de

vereadores poderá promover uma histórica sessão onde a decisão de doar 100% dos salários de todos os membros eleitos fosse aplicada num fundo para a construção de uma creche integral.

Diante do espanto geral dos incrédulos nas promessas dos vereadores, o vice-prefeito deste relato ganhou auras e famas de benfeitor dos fracos, dos desvalidos e das criancinhas.

NEM TUDO QUE PARECE RUIM PODE PIORAR, MESMO QUE A POSSIBILIDADE DE FOGO SEJA ELEVADA ONDE A FUMAÇA JÁ É PERMANENTE.

 

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS









INFORMA BREJO


INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627