Atirador que matou 77 na Noruega, é declarado ‘insano’, e pode ser isento de culpa

Publicado em terça-feira, novembro 29, 2011 ·

atiradorbreivikO norueguês Anders Behring Breivik, autor dos ataques que mataram 77 pessoas em julho, pode não ser considerado penalmente responsável por seus atos, anunciou nesta terça-feira em Oslo a promotoria norueguesa, após receber um relatório feito por psiquiatras e entregue ao tribunal de Oslo no início da manhã. O parecer dos profissionais descreve Breivik como “insano”. Por isso, o terrorista pode se livrar de uma condenação na Justiça pelos assassinatos e, em vez disso, ser internado em uma clínica psiquiátrica.

“Se a conclusão final estabelecer que Breivik era irresponsável, ao término do processo solicitaremos ao tribunal que receba um tratamento mental obrigatório”, disse a promotora Inga Bejer Engh em uma coletiva de imprensa, acrescentando que o tratamento será mantido por tempo indeterminado, podendo até ser “perpétuo”. O documento de 240 páginas ainda deve ser examinado por uma comissão médico-forense responsável.

Os profissionais apontam que Breivik sofre de “esquizofrenia paranóica” e que estava em um estado psicótico durante o atentado à sede do governo norueguês e contra um acampamento juvenil. “Ele vive em seu próprio universo delirante, onde todos os seus pensamentos e atos são guiados por suas ilusões”, atestam os médicos. Em sua primeira audiência pública, no último dia 14, Breivik reconheceu mais uma vez os fatos, mas se declarou inocente, rejeitou a prisão e pediu para ser libertado. Ele segue detido preventivamente na penitenciária de segurança máxima de Ila, perto de Oslo.

O trabalho – Entre outros elementos, o diagnóstico feito pelos psiquiatras Synne Sorheim e Torgeir Husby é resultado de mais de 35 horas de interrogatórios com Breivik, revisão dos depoimentos à polícia, reconstituição do massacre e relatos das testemunhas. Husby revelou que o trabalho foi amplo e difícil, mas que nunca duvidaram da conclusão. Por causa da dimensão da tarefa, os psiquiatras responsáveis tiveram de atrasar a entrega em um mês da data inicial de prevista. “Foi um trabalho considerável, exigente, com um pano de fundo especial”, disse Husby. “Breivik cooperou bem”, completou.

Cornelius Poppe/Reuters

Relatório de psiquiatras sobre o estado mental de Breivik tem 240 páginasRelatório de psiquiatras sobre o estado mental de Breivik tem 240 páginas

Veja.com

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS




















Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627