Associação divulga nota de repúdio à Invasão do MST no município de Casserengue

Publicado em domingo, março 30, 2014 ·

NOTA

Esta semana foram veiculadas notícias acerca da invasão da Fazenda Serrote da Umbiguda, localizada no município de Casserengue-PB, pelos integrantes do MST. Esta foi a segunda tomada da propriedade pelo movimento, gerando muita repercussão em razão da violência por parte dos invasores.

 

 

Sabe-se que o Serrote da Umbiguda, antes mesmo da primeira invasão, já estava vinculado ao Programa Nacional de Crédito Fundiário, pelo qual associações constituídas por agricultores familiares financiam propriedades rurais. O respectivo programa, coordenado pelo INTERPA, foi criado pelo Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário/Secretaria de Reordenamento Agrário. O recurso é usado na estruturação necessária para a produção e assistência técnica e extensão rural das áreas beneficiadas. Além da terra, os agricultores podem construir casa, preparar o solo, comprar implementos, ter acompanhamento técnico e o que mais for necessário para se desenvolverem de forma independente e autônoma.

 

 

No caso da fazenda em comento, 72 famílias da região constituíram a ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO RURAL BENTO JARDELINO com o intento de adquirí-la. Todavia, com o exclusivo objetivo de suspender o andamento do processo, os membros do MST, por serem contrários a este modelo de Reforma Agrária, invadiram o Serrote da Umbiguda nas duas vezes em que tomaram conhecimento de que o mesmo estava em vias de conclusão.

 

 

Em virtude do ocorrido, os membros da referida associação emitiram na última sexta-feira (28/03/2014) uma NOTA DE REPÚDIO à ação do MST, considerando que não só tiveram mais uma vez o processo suspenso, como foram instruídos pela polícia a se retirarem do local em razão da agressividade dos invasores, além de estarem sofrendo graves ameaças por parte destes.

 

 

Esta invasão deixa claro, mais uma vez, que o MST é absolutamente contrário a um modelo de Reforma Agrária com fins pacíficos, sendo movidos por interesses políticos e em total desrespeito a decisões judiciais.

 

 

Pedimos gentilmente, pois, que a respectiva nota seja tornada PÚBLICA, a fim de que todos tomem ciência da complexidade/seriedade do caso.

 

 

 

 

Desde já agradecemos,

 

 

ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO RURAL BENTO JARDELINO

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS











ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627