Assembleia Legislativa vira ‘tribuna’ para eleições municipais de 2016

Publicado em quarta-feira, outubro 7, 2015 ·

alpbAssuntos de interesse da população paraibana estão ficando em segundo plano na Assembleia Legislativa. Com frequência, os deputados têm utilizado a tribuna da Casa para atacar seus adversários e possíveis concorrentes nas eleições do próximo ano. O processo eleitoral, inclusive, tem gerado conflitos entre os próprios parlamentares, sejam da oposição ou governistas. Por este motivo, o governador Ricardo Coutinho (PSB) se apressou em apagar os incêndios em sua bancada, causados pelas eleições municipais, e reuniu ontem todos os deputados para discutir as articulações para o pleito.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A ideia inicial era ouvir sugestões e ideias para formatação das estratégias da bancada na Assembleia, de modo que as disputas internas não interferissem nos trabalhos legislativos. O líder da bancada, Hervázio Bezerra (PSB), admitiu que existem conflitos entre os parlamentares governistas e citou seu próprio caso, que divide as mesmas bases eleitorais com o deputado licenciado Tião Gomes (PSL). “Eu acho que as posições são claras, são legítimas e cabe a mim e a ele termos responsabilidade e maturidade”, avaliou.

Porém, o tema eleições municipais não se restringe à bancada governista. Vários parlamentares têm utilizado o Legislativo para atacar seus adversários nos municípios e defender seus apadrinhados. Ontem, o deputado Zé Paulo decidiu romper o silêncio, característica de sua atuação parlamentar, e utilizou a tribuna da Assembleia para atacar o atual prefeito de Santa Rita, Netinho de Várzea Nova (PR). O deputado admitiu não gostar de fazer pronunciamentos na tribuna, mas mostrou desenvoltura ao defender que seja feita uma intervenção no município. Zé Paulo já anunciou interesse em disputar a prefeitura de Santa Rita no próximo ano.

O mesmo recurso foi utilizado por Branco Mendes (PEN) contra o prefeito de Alhandra, Marcelo Rodrigues. Na tribuna, o parlamentar criticou a gestão de seu rival e denunciou gastos excessivos na prefeitura. Da mesma forma, o próprio presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB) não economiza nas críticas ao atual prefeito de Pocinhos, Cláudio Chaves. Galdino, que pretende lançar a esposa, Eliane Galdino, para concorrer à prefeitura, denunciou supostos desmandos na atual gestão.
Anísio Maia (PT) e Ricardo Barbosa (PSB), cotados para disputar a prefeitura de Cabedelo, bombardearam a gestão do prefeito Leto Viana (PRP). Os dois criticaram os altos salários pagos pela prefeitura, o que Anísio classificou como uma fábrica de escândalos.

Quando o assunto é eleição municipal, os ânimos chegam a se exaltar na Assembleia. Após recorrentes confrontos, os deputados Doda de Tião (PTB) e Manoel Ludgério (PSD) sequer se cumprimentam nos corredores do Legislativo. Os dois têm em comum bases eleitorais no município de Queimadas. O conflito entre os parlamentares teve início quando Manoel Ludgério acionou o governador Ricardo Coutinho (PSB) para pedir a conclusão de uma obra no município. O parlamentar denunciou que Doda de Tião teria procurado o governador e pedido que o pleito não fosse atendido.

MICHELLE FARIAS/JP

Comentários

Tags :

REDES SOCIAIS


















INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia -
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627