Aprenda a reconhecer os primeiros sintomas do câncer de mama

Publicado em terça-feira, agosto 5, 2014 ·

Cancer-de-mamaSe falamos de câncer, em qualquer de seus tipos, a primeira reação das pessoas geralmente é o medo. Claro que não se trata de uma doença “menor” em gravidade, mas atualmente as pessoas têm maiores probabilidades de tratarem e lidarem com o problema quando recebem o tratamento adequado.

É de vital importância o autoexame dos seios, que deve ser realizado periodicamente, desse modo será possível detectar qualquer anomalia na região e procurar por uma avaliação médica que avaliará se há gravidade ou não. Nem sempre essa avaliação indicará a presença de um câncer, mas a melhor opção é saber do que se trata o quanto antes.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os homens também podem se prejudicados por essa patologia, mas como os casos ocorrem com maior frequência em mulheres devido à carga hormonal, é raríssimo ouvir sobre câncer de mama em homens, mas na realidade eles também estão vulneráveis a isso.

A seguir, mencionaremos os primeiros sintomas do câncer de mama. Mas, lembre-se, a intenção desse artigo não é gerar medo e estresse mas sim informar sobre sintomas e demais características para que o conhecimento seja o melhor aliado a quem, infelizmente, precise em algum momento lidar com a doença.

Dessa maneira, com conhecimento, as probabilidades de recuperação serão cada vez maiores, pois isso fará a diferença entre uma detecção tardia ou não.

Primeiros sintomas

Dentre os primeiro sintomas podemos mencionar os nódulos, que podem aparecer nos seios ou nas axilas. Para detectá-los devemos realizar o exame do toque nos seios, e considerar que esse autoexame deve ser realizado logo depois de terminar o período menstrual, pois antes e durante esse período os seios se inflamam e isso dificulta uma boa exploração.

O afundamento na região da pele dos seios ou do bico deve chamar sua atenção. Se a pele na região do bico do seio se tornar escamosa também será um sinal de alerta. Outro sinal é a saída de alguma secreção na região, mas é importante não se desesperar, pois alguns desses sintomas não dão a certeza da presença de um câncer.

Tendo em vista esses sintomas, caso algum se manifeste, o procedimento é bem simples. Devemos ser responsáveis por nossa saúde e procurar um médico para obter um diagnóstico exato, evitando a detecção tardia desse tipo de doença.

Para isso, é recomendável realizar revisões médicas periódicas, anuais ou semestrais, sempre a critério profissional.

Cancer-de-mama

A maioria das pessoas tem ou péssimo costume de procurar o médico apenas quando passam por um susto ou um mal-estar importante. Mas as visitas periódicas podem fazer a diferença entre a vida e a morte de um paciente. Muitas vezes uma doença é detectada nesse tipo de visita e não precisamente por algum sintoma alarmante.

Também é importante conhecer os fatores de risco que podem aumentar as possibilidades de que uma pessoa desenvolva um câncer.

Fatores de risco

Cancer-de-mama (1)

Dentre os fatores de risco podemos mencionar os seguintes:

Cabe destacar que, tanto os sintomas como os fatores de risco do câncer de mama podem ser muito relativos. É possível que uma pessoa seja diagnosticada com o problema sem ter apresentado nenhum sintoma prévio, também existe a possibilidade de que uma pessoa com fatores de risco muito acentuados não apresentem alterações.

Da mesma forma, é importante conhecer os primeiros sintomas e os fatores de risco para que perante qualquer anomalia, recorramos a um profissional que realize a avaliação correta. O diagnóstico precoce pode salvar a sua vida!

 

melhorcomsaude

Comentários

Tags : , , , , ,

REDES SOCIAIS









ARTICULISTAS
Ramalho Leite
Karlos Thotta
Padre Bosco





INSTAGRAM @focandoanoticia


Focando a Notícia - CNPJ: 11.289.729/0001-46
Proibida reprodução total ou parcial deste site sem aviso prévio
jornalismo@focandoanoticia.com.br
(83) 99301.2627